Neste primeiro momento, não haverá a reabertura dos terminais, permanecendo o formato radial de atendimento que está em atuação, com percursos do bairro para o Centro.

Os ônibus da capital voltam a circular nesta terça-feira (11) com 100% da frota da ordem de serviço prevista para o período de pandemia, em torno de 120 veículos. O Sindicato dos Trabalhadores em Empresas de Transportes Rodoviários (Sintetro) comunicou oficialmente a Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (Strans) sobre a retomada das atividades dos operadores na manhã desta segunda-feira (10).

Com a volta da circulação dos ônibus, a Strans fará o monitoramento diário da demanda de usuários por meio do sistema de bilhetagem eletrônica, realizando a adequação gradual de veículos à quantidade de passageiros por viagem. “Recebemos com muita satisfação nesta manhã o ofício do Sintetro, e estamos otimistas para a retomada dos serviços dos motoristas e cobradores. Acompanharemos, todos os dias, a demanda de passageiros para irmos adequando a frota, conforme houver necessidade. Queremos garantir que não existam aglomerações”, pontuou o superintendente da Strans, Weldon Bandeira.

Neste primeiro momento, não haverá a reabertura dos terminais, permanecendo o formato radial de atendimento que está em atuação, com percursos do bairro para o Centro. Também não será mais necessária a circulação dos veículos cadastrados, que vinham atendendo aos usuários durante a paralisação.

Medidas de segurança

A Prefeitura permanecerá realizando a higienização dos veículos ao final de cada viagem nas paradas finais dos bairros. Já no final de cada turno, durante a noite, o Setut é responsável pela sanitização dos ônibus nas garagens. Além disso, a Strans também determinou que todos os ônibus devem circular com as janelas abertas, inclusive os que têm ar condicionado.

Também é verificada a temperatura dos profissionais, bem como disponibilizado álcool em gel e ainda é exigido o uso da máscara facial. A Strans recomenda também que, para uso do transporte público, seja feita fila mantendo o distanciamento para evitar qualquer tipo de aglomeração e forma de contágio pela Covid-19.
Nas estações de embarque e desembarque de passageiros e nas paradas de ônibus, as ações de sanitização são feitas pela Secretaria Municipal de Desenvolvimento Urbano e Habitação (Semduh). Essa sanitização é feita com a pulverização de solução de água com hipoclorito de sódio, por meio de bombas costais e caminhões pipas e fumaceiros.

Artigos Relacionados
Leia mais em Notícias
Comentários estão fechados

Veja também

Ford Fund doa 9.000 máscaras para comunidades de São Paulo em projeto que gera renda para costureiras

Em parceira com a Aldeias Infantis SOS Brasil, a iniciativa faz parte do projeto Costura S…