Dicas garantem a manutenção adequada do veículo e evitam acidentes durante a viagem

Quem for aproveitar o feriado prolongado de Corpus Christi, no dia 20 de junho, precisa ficar atento. Afinal, avaliar as condições do automóvel antes de pegar a estrada previne inconvenientes durante o período de descanso.

“Não basta só fazer as malas, é necessário seguir um check list completo para a manutenção correta do veículo. E isso envolve muito mais do que a calibragem dos pneus, a verificação do óleo ou abastecer o tanque de combustível”, afirma Denise Novaes, coordenadora Técnica da Total Brasil, filial do Grupo Total – quarta maior companhia de petróleo e gás do mundo.

Segundo Denise, para garantir a segurança do carro, do motorista e dos passageiros é fundamental conferir outros itens. “Obrigatoriamente precisa averiguar o freio e a suspensão. Por isso, o ideal é consultar o seu mecânico de confiança, que é qualificado para analisar as condições do carro”, garante.

Outra opção é levar o automóvel em um dos Postos de Troca de Óleo Rápida (Rapid Oil Change – ROC) da Total Brasil, por exemplo. Localizadas em São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Paraná e no Distrito Federal, as unidades oferecem atendimento realizado por profissionais capacitados pela própria equipe da companhia e serviços como mecânica rápida, alinhamento e balanceamento do veículo e da suspensão de freio. E ainda proporcionam a verificação gratuita de até 15 itens de segurança.

Abaixo, a especialista alerta sobre os cuidados com o carro para garantir a manutenção adequada e evitar acidades durante a viagem no feriado de Corpus Christi:

• Óleo e filtro: devem ser trocados periodicamente, conforme recomendação do fabricante do veículo, por km ou tempo de uso. Porém, é importante estar atento para que as substituições sigam as mesmas especificações da montadora. Use sempre lubrificantes de alto desempenho da linha TOTAL QUARTZ.

• Combustível e freios: essenciais para o funcionamento do carro, precisam ser avaliados para o motor ter um bom desempenho. Em caso de muita sujeira, pode ocorrer entupimentos. O sistema de freios tem que ser revisado a cada 10 mil quilômetros, bem como o fluido do freio, mas, sempre, por profissionais gabaritados. Utilize a linha de fluidos de freio TOTAL DOT 3 ou 4.

• Arrefecimento: normal (mineral) ou de longa duração (fluido orgânico – OAT), é necessário seguir a recomendação do fabricante e manter a água do radiador no mesmo nível estipulado. Assim a temperatura do motor se mantém em condições corretas para evitar o aquecimento. A Total Brasil tem todos os tipos de fluidos de arrefecimento concentrado (TOTAL GLACELF) e prontos para uso (TOTAL COOLELF).

• Pneus: é necessário calibrá-los, bem como o estepe, e avaliar se há diferenças de pressão no veículo carregado e vazio, desde que não estejam gastos. A avaliação do desgaste é feita de forma simples pelo TWI (Tire Wear Indicator – Indicador de Desgaste do Pneu), que são saliências que ficam entre as ranhuras do pneu.

• Suspensão, bateria e palhetas: devem ser revistas a cada 10 mil quilômetros, incluindo a geometria e o balanceamento. Além disso, é fundamental avaliar o desgaste de amortecedores, molas, buchas e batentes, inclusive a bateria. Já as palhetas não podem estar tortas, nem com a borracha ressecada.

• Painel e lâmpadas: representam as condições do veículo, por isso, em caso de dúvida sobre o significado das luzes, consulte o manual do carro. Nunca viaje com alguma lâmpada queimada, pois é perigoso e ainda pode render multas ao motorista.

• Itens de emergência: antes de pegar a estrada, verifique se todos os componentes básicos de segurança estão no lugar. Entre eles, não podem faltar o triângulo, a chave de roda, o macaco e o estepe.

Artigos Relacionados
Leia mais em Notícias
Comentários estão fechados

Veja também

Dodge Dart completa 50 anos do lançamento no Brasil

Modelo foi o primeiro automóvel da marca a ser produzido no país “Velocidade. Potência. De…