A Ford Europa promoveu uma pesquisa para saber como os jovens se comportam ao dirigir o carro dos pais, um projeto que faz parte do programa global de educação para a segurança no trânsito desenvolvido pela marca. O estudo mostrou que 39% admitem andar acima do limite de velocidade, 27% usam o smartphone para fazer ligações, enviar mensagens ou tirar selfies ao volante e cerca de 6% dirigem depois de beber.
O resultado chama atenção não só porque os acidentes de trânsito são hoje a principal causa de mortalidade de jovens na Europa, mas também devido ao fenômeno social conhecido como “geração bumerangue”. Por questões econômicas, quase metade dos jovens de 18 a 29 anos da região volta a morar na casa dos pais depois de terminar os estudos. A pesquisa envolveu 5.000 motoristas de 17 a 24 anos na França, Alemanha, Itália, Espanha e Reino Unido.
No Brasil, os motoristas que mais se envolvem em acidentes de trânsito também estão na faixa de 18 a 34 anos. Por isso, em ambos os mercados, a Ford viu crescer a popularidade da chave MyKey, tecnologia que aumenta a tranquilidade dos pais ao emprestar o carro para jovens com pouca experiência de direção. O recurso, antes oferecido somente em modelos de luxo, como Fusion e Edge, hoje também é item de série do Focus e está disponível em versões do New Fiesta, EcoSport e Ranger no Brasil.
 
“O fato de os jovens voltarem para a casa da família, ou nunca terem saído de lá, pode levar a atritos com os pais, já que não são mais crianças”, explica Jim Graham, gerente do Programa de Educação para o Trânsito da Ford Europa. “Eles enxergam o carro da família como um passaporte para a liberdade, um meio para participar das atividades sociais. Mas, para a sua própria segurança e de outros usuários das ruas e estradas, é preciso ter certeza de que estão dirigindo de modo responsável, principalmente ao guiar um carro mais potente do que estão acostumados.”
Limites programados
A chave MyKey é, na prática, uma chave reserva que pode ser configurada para o carro só funcionar dentro de limites determinados. A programação é feita por meio da chave principal e dos controles na tela do sistema de conectividade SYNC.
Ela permite limitar a velocidade máxima e o volume do som, disparar alertas sonoros de velocidade e impedir o desligamento dos sistemas de assistência ativa, como os sensores de estacionamento e o controle de estabilidade e tração. Além disso, bloqueia ligações telefônicas e desabilita totalmente o sistema de som se os ocupantes não estiverem usando o cinto de segurança.
Artigos Relacionados
Leia mais em Notícias
Comentários estão fechados

Veja também

Programa de estágio da Hyundai tem vagas para São Paulo e Piracicaba

Prazo para se candidatar às vagas vai até 30 de novembro A Hyundai Motor Brasil está com i…