A Ford anunciou a equipe selecionada para defender o título nas 24 Horas de Le Mans deste ano, com um piloto brasileiro na direção de um dos quatro GTs da escuderia Ford Chip Ganassi Racing. É o jovem Luis Felipe “Pipo” Derani, de 23 anos, revelação em provas de “endurance”, que venceu no ano passado as 24 Horas de Daytona e as 12 Horas de Sebring.
Além da corrida de Le mans, na França, ele disputará as provas de Silverstone, na Inglaterra, e Spa, na Bélgica, válidas pelo Campeonato Mundial de Endurance 2017. Pipo Derani vai dividir o cockpit do Ford GT número 67 com os britânicos Andy Priaulx e Harry Tincknell. Talentoso, ele chamou a atenção da equipe da Ford em 2016, quando ganhou as duas importantes provas na sua estreia na categoria.
“Estou muito feliz e orgulhoso por ter sido escolhido para representar uma marca vencedora e respeitada como a Ford”, diz Pipo Derani. “Competir numa equipe como a Ford Chip Ganassi Racing era um dos meus objetivos desde que comecei a correr e ser reconhecido por eles é uma grande conquista. Quero agradecer especialmente a George-Howard Chappell pela confiança em me dar esta oportunidade.”
 
Segundo o piloto, o desempenho do Ford GT nas corridas de resistência nos últimos 12 meses tem sido excepcional, o que aumenta o seu otimismo. “Estou muito ansioso para trabalhar com a equipe e tentar trazer mais vitórias no mundial e defender o título em Le Mans”, completa.
Vitória histórica
A vitória da Ford em Le Mans em 2016 veio cinquenta anos depois da histórica conquista em 1966, quando a marca dominou os três primeiros lugares da prova. Em 1967, a Ford voltou a vencer com o GT40 pilotado por Dan Gurney e A.J. Foyt, o que representa uma nova meta para a equipe.
“Quando viemos a Le Mans no ano passado, havia muita pressão sobre o time para vencer na comemoração de cinquenta anos do triplo pódio do GT40”, diz Raj Nair, vice-presidente de Desenvolvimento do Produto Global da Ford. “Foi uma vitória fantástica, mas não vamos descansar sobre os louros. Vamos voltar a Le Mans em junho com a experiência de um ano correndo com o GT e sete vitórias, incluindo as 24 Horas de Le Mans de 2016 e as 24 Horas de Daytona de 2017. Não podemos esperar para correr novamente nesta prova incrível.”
Time forte
A Ford Chip Ganassi Racing terá novamente uma equipe forte para defender o título na classe LM GTE Pro em Le Mans este ano.
O trio formado pelo americano Joey Hand, o alemão Dirk Müller e o francês Sébastien Bourdais, campeões em Le Mans em 2016 e também nas 24 Horas de Daytona deste ano, continua a pilotar o Ford GT número 68.
O Ford GT 66 terá o alemão Stefan Mücke e o francês Olivier Pla, que já disputam o Mundial de Endurance, novamente acompanhados pelo americano Billy Johnson em Le Mans e nas corridas de Silverstone e Spa.
No Ford GT 69, o australiano Ryan Briscoe, o britânico Richard Westbrook e o neo-zelandês Scott Dixon, terceiro colocados em Le Mans em 2016, buscarão melhorar o seu tempo.
“Estamos ansiosos para voltar a Le Mans com o Ford GT este ano”, diz Chip Ganassi, dono da equipe. “Aprendemos muito com a vitória no ano passado e sinto que estaremos ainda melhor preparados desta vez. Mais uma vez, teremos quatro carros e 12 dos melhores pilotos do mundo. Não vejo a hora de voltar lá e defender o nosso título.”
Artigos Relacionados
Leia mais em Notícias
Comentários estão fechados

Veja também

Executivas assumem novas funções de liderança em áreas estratégicas da Fiat Chrysler Automóveis na América Latina

Cristiani Campos assume Diretoria de Desenvolvimento de Novos Negócios; Cristiane Paixão a…