Home Notícias Piloto francês conquista título brasileiro de Motovelocidade

Piloto francês conquista título brasileiro de Motovelocidade

Comentários desativados em Piloto francês conquista título brasileiro de Motovelocidade

 

 
É de Matthieu Lussiana o título da categoria principal do Campeonato Brasileiro de Motovelocidade. O piloto francês da Petronas Alex Barros Racing, largando da pole position, comandou de ponta a ponta neste domingo (14) o GP Petrobras, oitava e última etapa da temporada do Moto 1000 GP, e garantiu o título da GP 1000, que fora conquistado pelo brasileiro Alan Douglas em 2011 e pelo argentino Luciano Ribodino em 2012 e em 2013.
 
Na etapa final, Lussiana tinha como único adversário na luta pelo título o paranaense Wesley Gutierrez, da Motonil Motors-PDV Brasil, que terminou a corrida em segundo lugar e confirmou o vice-campeonato. O pódio contou com três pilotos argentinos: Diego Pierluigi, que terminou em terceiro, Ribodino, que cruzou a linha de chegada em quarto e ficou em terceiro na pontuação final, e Marcos Solorza, que cumpriu sua quarta participação no Moto 1000 GP.
 
\"\"
 
Foi a quarta vitória de Lussiana na temporada de 2014. Ele ganhou a primeira e a sétima etapa, ambas disputadas em Santa Cruz do Sul (RS), a quinta, em Goiânia (GO), e a prova decisiva, em Cascavel. Gutierrez venceu a quarta, também em Cascavel, e a sexta, em Curitiba. O norte-americano Danny Eslick ganhou a segunda corrida do ano, em São Paulo (SP), e Pierluigi ficou com a vitória na terceira etapa, realizada em Brasília (DF).
 
“Tive um começo de corrida perfeito, consegui largar e abrir vantagem com um pouco de esforço. Depois administrei a corrida, eu não poderia arriscar sofrer uma queda”, comentou Lussiana. “Vi que o Wesley se recuperou no fim e se aproximou, mas só faltavam duas voltas para a corrida terminar. Ganhar o título do Campeonato Brasileiro é ótimo, o povo daqui é muito acolhedor, até já me sinto em casa aqui. Só tenho a agradecer a todos”, continuou.
 
Gutierrez, que dependia da vitória e de um quarto lugar do francês para ser campeão, comemorou o segundo lugar. “Dei o máximo para recompensar a minha equipe pelo excelente trabalho de todos durante o ano e para retribuir ao pessoal do Paraná que veio aqui torcer por mim. O campeonato é construído em várias etapas, houve etapa em que eu caí, deixei de pontuar. O lado bom é que estive sempre entre os primeiros, fomos competitivos”, avaliou.
Artigos Relacionados
Leia mais em Notícias
Comentários estão fechados

Veja também

GM empresta cilindros de oxigênio e faz doações no combate à covid-19

Empresa realiza novas doações de máscaras e cestas básicas e coloca insumos à disposição d…