Veículos antigos que receberam a blindagem sem autorização do Exército devem passar por vistoria em blindadora e regularizar documento

Veículos antigos que foram blindados sem autorização do Exército, instituição responsável por fiscalizar o setor, têm até o dia 18 de outubro de 2020 para efetuar a regularização documental da proteção. O prazo foi estabelecido no artigo 67 da Portaria nº 94-COLOG, de 16 de agosto de 2019, e vale para todos os automóveis que foram blindados sem a devida autorização em qualquer momento no passado. Quem faz o alerta é a Associação Brasileira de Blindagem (Abrablin).

Passado o prazo, os veículos sem registro no Exército permanecerão irregulares e podem, inclusive, ser apreendidos. Além disso, os proprietários terão dificuldades na transferência desses veículos para terceiros. Isso, por dois motivos: se no documento constar a palavra blindado, o Detran vai exigir a declaração definitiva, algo que o dono do veículo não terá. Ou ainda, caso o documento não conste a palavra blindado, o proprietário não poderá transferir o automóvel como blindado, o que acarretará em problemas para quem o mesmo está sendo transferido.

Para a regularização, o proprietário do veículo deve agendar uma perícia em uma assistência técnica/blindadora que tenha Certificado de Registro no Exército. Na ocasião, o engenheiro responsável poderá constar, atestar e aprovar a blindagem do veículo desmontado e emitir um laudo de aprovação da proteção. O valor e o prazo para esse serviço é tratado diretamente com a empresa escolhida.

Com a emissão do laudo, é possível registrar o veículo blindado junto ao Exército através do SICOVAB (Sistema de Controle de Veículos Automotores Blindados e Blindagens Balísticas) e gerar a Declaração de blindagem do Exército Brasileiro, emitida pelo Ministério da Defesa. O documento é obrigatório para liberação do Detran.

Somente após esse procedimento é permitida a troca do Certificado de Registro de Licenciamento do Veículo (CRLV). Nele, deve-se constar no campo de observação “Veículo Modificado Blindagem”, item exigido de acordo com a Resolução CONTRAN nº 292, de 29 de agosto de 2008.

Por fim, o veículo deve ainda passar em uma oficina credenciada do Detran, onde receberá vistoria do Inmetro e assim ter a blindagem definitivamente regularizada. Proprietários de veículos nessas condições interessados em regularizar a documentação podem encontrar no site da Abrablin (www.abrablin.com.br) o contato de empresas autorizadas pelo Exército e capacitadas para fazer a vistoria da blindagem.

Artigos Relacionados
Leia mais em Notícias
Comentários estão fechados

Veja também

Fiat tem grande ação de vendas até sábado (24) em sua rede de concessionárias

Cronos Drive 1.3 com central multimídia por R$ 58.590 e Mobi Like 1.0 com parcelas a parti…