Conforme levantamento da ValeCard, Paraná e Distrito Federal registraram as maiores reduções de preço no mês

O preço médio da gasolina comum no Brasil em abril foi de R$ 4,23. Sob impacto da redução da circulação de veículos em razão da pandemia do novo coronavírus, o valor registrou forte queda de 8% na comparação com o verificado em março (R$ 4,598). Em comparação com o valor médio de janeiro (R$ 4,762), a queda já chega a 11,17%.

Conforme levantamento da ValeCard, empresa especializada em soluções de gestão de frotas, Rio de Janeiro (R$ 4,678) e Acre (R$ 4,67) são os estados com o combustível mais caro no país. Já Paraná (R$ 3,777) e Santa Catarina (R$ 3,863) apresentam os preços mais baratos.

Os Estados que tiveram as maiores quedas no valor da gasolina em abril foram Paraná (-13,85%), Distrito Federal (-12,95%) e Mato Grosso (-11,51%). O Amapá foi o único estado a registrar alta no valor em abril (+2,76%).

Obtidos por meio do registro das transações realizadas em abril com o cartão de abastecimento da ValeCard em cerca de 20 mil estabelecimentos credenciados, os dados mostram que Belém (R$ 4,722) e Rio de Janeiro (R$ 4,676) têm os preços mais altos entre as capitais. As capitais com preços mais baixos são Curitiba (R$ 3,598) e Brasília (R$ 3,868).

Entre as regiões, Norte tem o maior preço

Entre as regiões do país, a Norte é a que tem a gasolina mais cara (R$ 4,394, em média), e a Sul, a que tem o combustível mais barato (média de R$ 3,92).

SP registra menor preço no Sudeste

No Sudeste, São Paulo tem o combustível com o menor valor (R$ 3,987). Já o Rio de Janeiro tem o maior valor médio (R$ 4,678).

DF tem menor preço no Centro-Oeste

No Centro-Oeste, o Distrito Federal tem a gasolina com o preço médio mais baixo (R$ 3,865). Já Mato Grosso tem a gasolina mais cara (R$ 4,213).

Alagoas tem maior preço no Nordeste

No Nordeste, a Paraíba apresenta o preço médio mais baixo (R$ 4,027). Já Alagoas tem o valor mais alto (R$ 4,405).

Amapá tem o menor preço no Norte

No Norte, o Acre tem o preço mais alto da região (R$ 4,67). O valor médio mais baixo foi verificado no Amapá (R$ 4,096).

Curitiba e Brasília, os menores preços nas capitais

Entre as capitais, Curitiba (R$ 3,598) e Brasília (R$ 3,868) foram as que apresentam preços menores. Já Belém (R$ 4,722) e Rio de Janeiro (R$ 4,676) têm os valores mais altos.

Artigos Relacionados
Leia mais em Notícias
Comentários estão fechados

Veja também

No Dia da Árvore, Ford reforça seu compromisso com a preservação ambiental

Tratamento ecológico na Fábrica de Camaçari, que mantém 2,4 milhões de m² de áreas verdes …