\"\"

 
Teresina passa a contar com um novo sistema de transporte coletivo urbano a partir de hoje. Em solenidade realizada na Ponte Estaiada, o prefeito Firmino Filho assinou as ordens de serviço para que as empresas vencedoras da licitação entrassem em operação. Além disso, o chefe do executivo municipal assinou as ordens de serviço para que a empresa vencedora da licitação possa dar início à construção dos oito terminais de integração.
 
Com o novo sistema, a intenção da Prefeitura é que haja uma melhoria significativa no transporte coletivo da capital. Firmino Filho reforçou que esse é mais um passo que a Prefeitura de Teresina está dando para prosseguir com as ações do Plano Diretor de Transportes Públicos. “Esse Plano prevê uma série de intervenções com o objetivo de melhorar nosso transporte público. Fizemos a licitação das linhas, estamos ampliando as linhas integradas e um conjunto de intervenções que acreditamos que irá melhorar o nosso sistema”, comentou.
 
Os consórcios Poty, Urbanus, Theresina e empresa Transcol ficarão responsáveis pelo serviço nas quatro zonas da capital. O consórcio Poty no novo sistema será responsável pelo serviço na Zona Norte, o Urbanus na Zona Leste, o Theresina na Zona Sudeste e a empresa Transcol na Zona Sul da cidade.
 
De acordo com o superintendente da Strans, Carlos Augusto Daniel Júnior, o novo sistema começa a ser implantado no sábado, 17. “Entregaremos as ordens de serviço para os consórcios que serão responsáveis por cada zona da cidade, a partir deste sábado eles estarão operando no novo sistema”, acrescentou.
 
Agora, a partir da implantação, serão ampliadas as opções de deslocamentos em várias áreas da cidade. Atualmente, somente 65 linhas de ônibus estão integradas, a partir deste sábado, passarão a ser 97 linhas, representando 97% do total das linhas existentes.
 
Com a integração, o usuário poderá pegar dois ônibus utilizando apenas uma passagem. Para isso, bastará adquirir o cartão de integração ao custo de R$6,30, em qualquer um dos postos do Setut, distribuídos em todas as regiões da cidade. Com o cartão, as recargas podem ser realizadas, possibilitando o uso da integração.
 
Existem três tipos de cartões eletrônicos: o vale transporte eletrônico, para o trabalhador, o cartão eletrônico estudante, para os estudantes e a terceira opção para as demais pessoas, que é o cartão expresso. “É bom lembrar que as pessoas precisam adquirir o cartão eletrônico mais adequado para a sua realidade o quanto antes, pois mais uma vez lembramos que somente com o cartão o passageiro poderá fazer uso da integração do sistema”, ressaltou o gerente de Fiscalização e Controle da Strans, Vinícius Rufino.
 
Prefeito assina ordens de serviço para construção dos terminais de integração
 

\"\"

Ainda durante a solenidade, o prefeito Firmino Filho e o superintendente da Strans, Carlos Daniel, assinaram as ordens de serviço para que a empresa possa iniciar a construção dos oito terminais de integração. Os terminais serão espalhados pelas quatro zonas da cidade, sendo dois por zona.
 
Serão dois terminais na zona Norte, um próximo ao mercado do Buenos Aires, outro na Rua Rui Barbosa, na zona Sul, um no Planalto Bela Vista e o outro próximo ao Clube dos 100. Na zona Leste, um será na Santa Isabel, outro na Kennedy, próximo ao zoobotânico. Já na zona Sudeste, um será próximo à Fundação Bradesco e o outro próximo à Usina Livramento.
 
O prefeito Firmino Filho destacou que a empresa terá 12 meses para executar os serviços, mas a expectativa é que possa adiantar. “Inicialmente estamos construindo terminais provisórios, próximos ao local onde irão funcionar os definitivos. Os primeiros terminais provisórios estão instalados na zona Sul, no Parque Piauí e Bela Vista. Com a construção, vamos perceber que a integração vai funcionar, tendo a zona Sul como piloto”, pontuou.
 
A obra dos terminais de integração está orçada em R$ 30.109.227,76, com recursos do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) Mobilidade.
 
Transporte público da capital ganha 40 novos ônibus
 
\"\"
 
Ainda nesta sexta-feira, o prefeito Firmino Filho entregou 40 novos ônibus que passarão integrar a frota de veículos da capital. Os ônibus são totalmente adaptados para pessoas com deficiência e comportam uma quantidade maior de passageiros. Até o final de fevereiro, outros 20 novos ônibus serão integrados ao sistema.
 
Os novos ônibus serão identificados por zonas em que irão operar, com faixas de cores. Aqueles que terão uma barra verde circularão na zona Norte da cidade, já os que possuem a barra vermelha operarão na zona Leste. Na zona Sudeste as faixas serão azuis e a barra amarela identificará os ônibus que irão operar na zona Sul.
 
A ideia da Prefeitura é reduzir a idade média dos ônibus em circulação na capital. Em alguns casos, há ônibus que já estão em circulação há mais de doze anos. Com os novos veículos, a idade média da frota passará a ser de quatro anos e meio. Atualmente, a frota de ônibus da capital possui 446 veículos, parte deles deixará de circular por já estarem com a vida útil ultrapassada.
 
Além disso, reforçou o prefeito Firmino Filho, a Prefeitura terá maior controle do cumprimento das ordens de serviço, tendo em vista que os veículos serão monitorados por GPS. “Com isso, saberemos se os ônibus estão cumprindo as ordens de serviço. Teremos um controle maior e fiscalização”, frisou o prefeito.
 
Também está à disposição o aplicativo Movit, que é um planejador de rotas. “Ele funciona semelhante ao que já acontece com o Google Maps, no qual o usuário coloca origem e destino e o aplicativo aponta qual a parada de ônibus ele deve se dirigir e quais as opções de ônibus que ele tem à disposição para chegar ao seu destino”, explicou Vinícius Rufino, gerente de Fiscalização e Controle da Strans. Nos próximos dias, o aplicativo será atualizado colocando as rotas com as novas linhas integradas.
 
Corredores exclusivos já possibilitam redução da espera por ônibus
 
Ainda como parte da implantação de melhorias no sistema de transporte público da capital, a Prefeitura de Teresina também implementou faixas exclusivas para ônibus nas principais vias da cidade. E os primeiros resultados já começam a aparecer. Estudo feito pela Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (Strans) aponta que já houve uma redução de 15 minutos no tempo de espera pelos ônibus nas paradas.
 
As faixas exclusivas já foram implementadas nas avenidas Frei Serafim, Coelho de Resende e Pires de Castro. Juntas elas somam mais de seis quilômetros de faixas. Outras faixas exclusivas serão implementadas nas Avenidas Miguel Rosa, Barão de Gurguéia e Presidente Kennedy. “Já observamos a redução da espera pelos ônibus nas paradas, que era uma das grandes reclamações dos usuários, o que demonstra que o transporte coletivo já começa a experimentar as melhorias”, observa o superintendente Carlos Daniel.
 
As faixas preferenciais são uma etapa anterior aos corredores exclusivos que serão implantados no prazo de dois anos. "As faixas são uma preparação para a implantação dos corredores exclusivos que devem ser construídos em breve e que proporcionarão mais agilidade ainda para o transporte coletivo de Teresina", finalizou.
Artigos Relacionados
Leia mais em Notícias
Comentários estão fechados

Veja também

Porsche atinge recorde de veículos entregues em um mesmo ano no Brasil

A Porsche entregou 2.130 automóveis no mercado brasileiro nos primeiros nove meses de 2020…