A vontade de recuperar a liberdade, o direito de ir e vir, é muito presente na vida de uma pessoa com deficiência. Para eles, poder utilizar um ônibus é uma possibilidade de ir além. Por isso, para as pessoas com deficiência, em Teresina, há importância no projeto Transporte Eficiente, que devolveu essa sensação de liberdade. E para que a garantia de ir e vir continue validada, a Secretaria Municipal do Trabalho, Cidadania e de Assistência Social (SEMTCAS) iniciou na última segunda-feira (9), nos Centros de Referência de Assistência Social (CRAS), o recadastramentos dos usuários do Transporte Eficiente.
O recadastramento é uma solicitação das entidades de pessoas com deficiência e tem por objetivo qualificar o atendimento aos cadeirantes atendidos. Para o recadastramento o usuário deverá levar ao CRAS do seu território uma foto 3×4 recente e o atestado médico com CID 10 recente.
O Transporte Eficiente foi criado pela Lei nº 4008 de 10 de Junho de 2010 e cria o serviço para o fornecimento de transporte adaptado às pessoas com deficiência que necessitem se deslocar dentro do município de Teresina, principalmente, para tratamento de saúde, trabalho, escola/universidade e atividades de lazer. O serviço é modalidade de transporte porta-a-porta, oferecido pela Prefeitura de Teresina, gerenciado pela SEMTCAS e pela STRANS.
A SEMTCAS fica responsável somente pela efetivação do cadastro. Todo o processo seguinte, como agendamento, horários e dias de circulação do Transporte Eficiente, é de responsabilidade da STRANS. Para mais informações, basta se dirigir ao CRAS da sua região.
Artigos Relacionados
Leia mais em Notícias
Comentários estão fechados

Veja também

Porsche atinge recorde de veículos entregues em um mesmo ano no Brasil

A Porsche entregou 2.130 automóveis no mercado brasileiro nos primeiros nove meses de 2020…