Com o objetivo de melhorar a fluidez no trânsito, no horário de pico, especialmente, nas portas das escolas a Prefeitura de Teresina por meio da Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (Strans) realizou hoje (22), na sede da Strans, uma reunião para apresentar o Projeto “Pedestre, eu respeito”.
O projeto, que começa pelas escolas do centro por ser uma área de maior conflito, irá capacitar o maior número de colaboradores possível repassando noções técnicas de legislação de trânsito no que diz respeito à circulação de veículos e noções de comportamento e relacionamento interpessoal. Será realizada uma oficina teórica e prática para os colaboradores das escolas, com isso eles ficarão preparados para facilitar a travessia dos pedestres nas faixas.
De acordo com a gerente de Educação de Trânsito da Strans, Samyra Motta, o projeto vai capacitar os colaboradores para serem educadores e colaborarem com a melhoria do trânsito nas portas das escolas. “Precisamos nos unir para melhorar o trânsito na nossa cidade, cuidar dos nossos estudantes é importante, por isso estamos propondo uma parceria com as escolas, e assim melhorar a vida de todos”, disse.
A gerente ressalta ainda que a reunião foi muito proveitosa, pois além de discutir o projeto, as escolas trouxeram muitas ideias para melhorar o trânsito da cidade. “Agradecemos a presença de todos e nos colocamos sempre à disposição para trabalhar por um trânsito melhor. Nesse momento faremos uma ação com o foco nos pedestres, que são as pessoas mais frágeis no trânsito”, complementou.
Para Iranildes Sipaúba, técnica que irá ministrar a parte teórica da oficina,  ao final da aulas dos participantes estarão aptos e compreender os conceitos no que diz respeito a circulação de veículos, especialmente no que diz respeito à travessia de pedestres. “Além disso,  precisamos contar com a colaboração nos pais para o sucesso projeto, pois os pais precisam ter a consciência de que o respeito a faixa de pedestre, é uma proteção à vida do seu filho”, enfatizou.
O Agente de Trânsito Jomerito Ribeiro (Jhom) diz que a parte prática é essencial para o sucesso do projeto, pois será adaptada à realidade do trânsito de cada escola. “Faremos um trabalho colocando em prática as orientações do Código de Trânsito e levando em conta o fluxo de veículos próximo a cada escola, com isso iremos proporcionar mais segurança para os pedestres e consequentemente melhorar a qualidade do trânsito nas portas das escolas”, disse.
A representante da escola Santa Maria Goretti, Lindalva Santos, considerou  a reunião muito proveitosa. “Ficamos muito satisfeitos em saber que o poder público se preocupa com a nossa situação, pois realmente os problemas que enfrentamos com o trânsito nas portas das nossas escolas são muitos”, acrescentou.
Para José Joaci da Silva Filho, representante do Instituto Dom Barreto, o trânsito nas portas das escolas é um problema muito sério, mas contar com a parceria da Strans é muito importante. “Estamos sempre preocupados com esse assunto e nos colocamos à disposição para pensar em alternativas para resolvê-lo”, finalizou.
Artigos Relacionados
Leia mais em Notícias
Comentários estão fechados

Veja também

Veja quem são os vencedores do Prêmio Top Car TV 2020

O Prêmio Top Car TV de 2020 foi realizado de forma virtual, devido a pandemia, da Covid-19…