A Prefeitura de Teresina por meio da Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (Strans) após reunião com os mototaxistas decidiu assinar um termo de cooperação com o objetivo de intensificar a partir desta quarta-feira (28/01) as operações de fiscalização nos pontos de mototaxis em todos os bairros da cidade. O documento foi assinado pelo Diretor de Operação e Fiscalização da Strans, Coronel Jaime Oliveira, pelo gerente de fiscalização e controle do Transporte Público da Strans, Vinícius Rufino, o presidente dos Sindicato dos Mototaxistas de Teresina (Sindimot), Ricardo Ribeiro e por mais três testemunhas.
De acordo com o Diretor de Operação e Fiscalização da Strans, Coronel Jaime Oliveira, o trabalho de fiscalização é realizado diuturnamente todos os dias, mas a partir de agora com a assinatura do  termo de compromisso esse trabalho será intensificado. “O nosso trabalho é de coibir a ilegalidade, mas para realizar essas ações estamos contando com o apoio da Polícia Militar e dos ficais do transporte público”, acrescentou.
Oliveira reforça ainda que não se pode aceitar as pessoas trabalhando de forma ilegal em nenhuma profissão, por isso é importante a fiscalização da categoria. “Se existem profissionais trabalhando de acordo com a lei, cumprindo suas obrigações, não podemos aceitar que os que estão burlando a lei continuem trabalhando de forma ilegal no sistema”, finalizou.
Para o presidente do Sindicato dos Mototaxistas de Teresina (Sindmot), Ricardo Ribeiro, a categoria está tendo muitos prejuízos por conta dos piratas. “Não podemos aceitar esses prejuízos, por isso viemos aqui na Strans para pedir mais fiscalização”, complementou.
Artigos Relacionados
Leia mais em Notícias
Comentários estão fechados

Veja também

Mercedes-Benz do Brasil é premiada por iniciativas de diversidade

Seguindo estratégia global da Daimler, Companhia valoriza as diferenças e fortalece a cult…