Foi publicado hoje (29/01), no Diário Oficial do Município e nos jornais de grande circulação o aviso de licitação para a contratação de empresa de engenharia para a execução das obras e/ou serviços de construção dos Corredor Exclusivo Segregado Sul I do Sistema de Transportes Públicos de Teresina e suas faixas exclusivas.
A obra está orçada no valor de R$ 12.334.743,20  (doze milhões trezentos e trinta e quatro mil, setecentos e quarenta e três reais e vinte centavos) e a fonte de recursos do Programa: Financiamento das Contrapartidas do Programa  de Aceleração do Crescimento – CPAC. O recebimento dos envelopes documentação/proposta será no dia 9 de março de 2015, às 11h, na Rua Firmino Pires, nº 121, no Edifício Deolindo Couto, no centro da cidade.
Serão construídos sete corredores exclusivos e segregados nas seguintes áreas da cidade: Corredor Sul I (compreende as Avenida Barão de Gurguéia e Henry Wall de Carvalho), Corredor Sul II (nas Avenidas Miguel Rosa e Professor Wall Ferraz), o Corredor da Avenida Gil Martins, que irá ligar a  Avenida Maranhão ao terminal do Itararé, o Corredor Leste (compreende as Avenidas Presidente Kennedy, João XXIII e Frei Serafim), o Corredor Norte II (na Avenida Duque de Caxias e Ruas Magalhães Filho e Anísio de Abreu) e para finalizar o Corredor Sul III (na Avenida Maranhão).
De acordo com a Diretora Interina de Transportes Públicos da Strans, Cíntia Machado, os corredores segregados serão exclusivos para a circulação dos ônibus e tem como principal objetivo priorizar a circulação dos transportes coletivos ao centro de Teresina, reduzindo assim os tempos das viagens e aumentando a frequência dos ônibus. “Além de agilizar o atendimento para os usuários, as estações de transbordo serão climatizadas proporcionando mais conforto para as pessoas que utilizam o transporte coletivo em Teresina”, acrescentou.
Além dos corredores segregados, serão implantadas faixas preferenciais em muitas áreas da cidade. Serão as seguintes faixas: Faixa Norte-Leste, Faixa Leste-Sudeste, Faixa Sudeste-Sul. “Essas faixas preferenciais serão implantadas para interligar os terminais e proporcionar mais agilidade para o transporte coletivo realizar a integração entre as zonas. A nossa expectativa é que no prazo de dois anos todas essas obras sejam concluídas”, finalizou.
Artigos Relacionados
Leia mais em Notícias
Comentários estão fechados

Veja também

Ford lança guia digital 360 com as novas tecnologias do Territory

Além de visão 360° do interior, a nova ferramenta traz nove vídeos curtos sobre equipament…