Iniciativa da Fiat Chrysler Automobiles (FCA) e da CNH Industrial, o Prêmio de Educação completa 20 anos com mais de dois mil estudantes beneficiados com um valor total que ultrapassa R$ 8 milhões. Na edição deste ano, o número de estudantes premiados chegou a 130. São filhos e dependentes de empregados dos grupos FCA e CNHi que obtiveram as melhores notas ao longo do Ensino Médio, Técnico ou Superior. A cerimônia aconteceu no Teatro Bradesco, em Belo Horizonte, nesta terça-feira (1º de novembro).
Cem deles, formandos do Ensino Médio, receberam prêmio de R$ 4 mil cada um, e outros 30 formandos universitários receberam R$ 8 mil. Fabiele Chieregato foi uma das vencedoras na categoria Ensino Superior. De acordo com ela, o Prêmio de Educação realmente transforma a vida dos estudantes. “Ao receber o prêmio pela primeira vez no Ensino Médio, eu pude viver essa experiência e ter a certeza de que os sonhos podem se tornar realidade”, conta Fabiele, filha de Artur Francisco, empregado da FCA.
“Somos frutos de nossos esforços, que foram obtidos com o apoio de nossos pais e familiares que hoje comemoram conosco provando que esta vitória não pertence só a nós mas a eles também”, afirma Ana Luiza Gomes Possidonio, filha de Ricardo Luiz, empregado da CNH Industrial.
 
Mais do que uma competição, o prêmio convida à reflexão sobre a importância do conhecimento na formação de cidadãos mais críticos e na constituição de um país mais desenvolvido. “O incentivo à educação é uma das ferramentas mais eficazes para o desenvolvimento pessoal e social e para a construção de um mundo melhor. Por isso, há 20 anos promovemos essa iniciativa tão importante para nossos colaboradores e seus familiares”, destaca o presidente da FCA para a América Latina, Stefan Ketter.
O presidente da CNH Industrial para a América Latina, Vilmar Fistarol, acompanha esse projeto de perto desde a sua criação, em 1997. “Investindo em educação, teremos pessoas mais bem preparadas para a vida, o que implica em mais saúde, bem-estar, trabalho, segurança, convívio social, interferindo positivamente na política, no comércio, na cultura, no esporte, no desenvolvimento de suas vidas pessoais, das comunidades em que vivem e porque não dizer do nosso país”, completa.
Para a seleção dos alunos, uma comissão avaliou os históricos escolares e calculou a nota média obtida ao longo dos cursos. Considerado um dos mais bem-sucedidos programas de incentivo ao desenvolvimento acadêmico no Brasil por meio de iniciativa privada, o Prêmio de Educação contempla os filhos de empregados das empresas FCA e CNH Industrial de diversas cidades como Belo Horizonte, Contagem, Betim, Lavras, Nova Lima (MG), Curitiba (PR), Amparo, Hortolândia, Mauá, Piracicaba, Santo André e São Bernardo do Campo (SP).
Artigos Relacionados
Leia mais em Notícias
Comentários estão fechados

Veja também

Executivas assumem novas funções de liderança em áreas estratégicas da Fiat Chrysler Automóveis na América Latina

Cristiani Campos assume Diretoria de Desenvolvimento de Novos Negócios; Cristiane Paixão a…