Na comparação com janeiro, o volume de vendas de automóveis e comerciais leves cresceu 4,63%.

A FENABRAVE – Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores divulgou, hoje, o balanço das vendas de veículos do mês de fevereiro e do acumulado do primeiro bimestre do ano. Considerando todos os segmentos somados (automóveis, comerciais leves, caminhões, ônibus, motocicletas, implementos rodoviários e outros veículos) foram emplacadas 591.565 unidades nos dois primeiros meses deste ano, o que representa leve retração, de 1,27%, ante igual intervalo de 2019, quando 599.188 veículos foram vendidos.

Apenas em fevereiro, foram emplacados 293.157 veículos, uma retração menor do que 1% perante o volume registrado no mesmo mês do ano passado, quando foram licenciadas 295.893 unidades. Quando comparado com os 298.408 veículos emplacados em janeiro, esse desempenho de fevereiro mostra-se 1,76% menor.

No entanto, com 18 dias úteis de vendas, a média diária registrada, em fevereiro, foi 20,35% superior à média de vendas de janeiro, que somou 22 dias úteis.

Para o Presidente da FENABRAVE, Alarico Assumpção Júnior, embora o desempenho do bimestre tenha apresentado uma pequena retração nas vendas, a entidade mantém suas expectativas otimistas para o ano. “O primeiro bimestre sofre com os impactados do período de férias escolares e com os compromissos de pagamentos acumulados no início do ano, como o IPTU, despesas com materiais escolares, além do reflexo da pausa para o Carnaval. Por isso, consideramos o desempenho do primeiro bimestre normal e sem surpresas com relação às nossas projeções, que estão mantidas em um crescimento geral em torno de 10% para 2020. Continuamos confiantes de que teremos um novo ciclo de crescimento, nos próximos meses, nas vendas de veículos no País”, ressaltou o Presidente da FENABRAVE, afirmando que a entidade só reavaliará as projeções, para 2020, em abril, quando os impactos de alguns fatores, como o Coronavírus, já puderem ter sido, efetivamente, avaliados.

Automóveis e Comerciais Leves

Conforme os dados divulgados pela FENABRAVE, que representa mais de 7 mil Concessionários de Veículos no País, as vendas de automóveis e comerciais leves, somados, totalizaram 376.756 unidades neste primeiro bimestre do ano, o que apresentou leve queda, de 0,98%, sobre o mesmo período do ano passado, quando foram emplacadas 380.472 unidades.

Porém, o desempenho de fevereiro mostra que as 192.639 unidades licenciadas ficaram 1,48% acima do volume de vendas de igual mês do ano passado, quando 189.832 unidades foram licenciadas. “Isso demonstra a evolução das vendas diárias”, explicou Assumpção Júnior. Na comparação com janeiro, quando foram emplacados 184.117 automóveis e comerciais leves, o volume de vendas de fevereiro apresentou crescimento de 4,63%.

Artigos Relacionados
Leia mais em Notícias
Comentários estão fechados

Veja também

Fábrica do BMW Group em Araquari comemora seis anos

Qualidade de produto, solidariedade e investimento em sustentabilidade são alguns dos vári…