Como a gasolina aditivada age no motor dos veículos, mesmo com sua aplicação, são essenciais alguns cuidados extras

A gasolina aditivada distribuída pelos postos de abastecimento no Brasil possui, em sua composição, elementos detergentes e dispersantes que promovem a limpeza preventiva e a proteção do motor e de outras peças do automóvel. Porém, para garantir que o sistema de injeção de veículo se mantenha devidamente limpo e adequado para operar, é necessário que os motoristas e proprietários adotem medidas ainda mais preventivas.

De acordo com Silvio França, gerente da empresa Petroplus, os detergentes da gasolina aditivada são hidrocarbonetos específicos que exercem a função de lubrificar todas as partes do motor em que este combustível circula, protegendo assim seus filtros e tubulações. Além dos detergentes, a gasolina conta com aditivos dispersantes, que diluem eventuais resíduos do processo de queima de gasolina e etanol, fazendo com que sejam queimados junto com o combustível e eliminados em formato de gases via escapamento. “A aplicação da gasolina aditivada é recomendada pela Petroplus para todos os tipos de veículos, inclusive no pequeno reservatório de partida à frio de veículos Flex. Ela ajuda muito a manter o bom funcionamento do motor, entretanto, há sistemas em que é importante contar com uma limpeza mais profunda, como é o caso da injeção eletrônica. Há produtos específicos que podem ser aplicados via tanque para uma manutenção mais completa dessa parte”, explica França.

Quando o motor de um carro apresenta sujeira, ele pode exigir um maior consumo de combustível para entrar em operação. Portanto, mantê-lo mais limpo garante que a queima do combustível no sistema de combustão apresente seu melhor desempenho, haja menor consumo de combustível e a corrosão de peças metálicas seja prevenida. “Entre as vantagens de associar o uso de gasolina aditivada a produtos automotivos de qualidade está a redução de custos com manutenção e possibilidade de fazer uma limpeza com o carro em circulação”, ressalta o especialista.

No mercado de produtos automotivos, os consumidores interessados em manutenção preventiva do motor encontram opções como o STP FUEL INJECTOR CLEANER (ST-2075BR) – só gasolina – para a limpeza do sistema de injeção eletrônica. É um produto superconcentrado, cuja aplicação via tanque é recomendada a cada 10 mil quilômetros rodados. Outra alternativa é o STP ULTRA 5 em 1 (ST- 2020) – ultra é flex, que além limpar válvulas e bicos injetores, auxilia na redução de consumo e aumenta potência.

Artigos Relacionados
Leia mais em Dicas e Serviços
Comentários estão fechados

Veja também

Dicas do que verificar na pintura do carro usado na hora da compra

Maresia cria um ambiente com sais marinhos em suspensão nas regiões próximas das praias e …