O 14º Relatório de Sustentabilidade anual da Ford destaca uma queda de 37 por cento nos níveis de emissão de CO², por veículo, nas instalações globais da empresa, entre 2000 e 2012, com previsão de redução de 30 por cento entre 2010 e 2025.
 
Esses índices foram alcançados graças à nova linha de produtos que  inclui seis opções de veículos eletrificados: Fusion Hybrid, C-MAX Hybrid e Lincoln MKZ Híbrido; fusão Energi e C-MAX Energi plug-in híbridos e Focus Electric, com a contribuição do motor EcoBoost.
 
Outros destaques do relatório incluem progresso contínuo em questões sociais, tais como a formação de 325 fornecedores na gestão da sustentabilidade em 2012, como parte do Código de Direitos Humanos; condições básicas de trabalho e de responsabilidade corporativa da Ford, além da introdução de novas tecnologias e processos de fabricação não poluentes.
 
O relatório informa que as emissões, nas instalações globais da Ford, caíram 4,65 milhões de toneladas, ou 47% desde o ano 2000. Ford também cumpriu o seu compromisso de reduzir as emissões nas instalações americanas em 10% por veículo produzido entre 2002 e 2012, como parte de um programa da Aliança de Fabricantes de Automóveis.
 
\"\"
 
Outro destaque do relatório de sustentabilidade é a redução nos consumos de água e energia para diminuir a quantidade de resíduos nas instalações da Ford em todo o mundo. Hoje, a empresa integrou a sustentabilidade em seu plano de negócios, produtos e operações e faz a sua parte em relação à imprescindível redução do efeito estufa na atmosfera.
 
Ford apresentou o seu primeiro relatório de sustentabilidade, de forma voluntária, em 1999, como uma forma de resumir e informar a sociedade sobre as iniciativas da empresa em relação às questões sociais, econômicas e ambientais.
 
Como processos e resultados relacionados à sustentabilidade da Ford, o relatório evoluiu – de um folheto impresso semelhante a um relatório anual, tornando-se mais  detalhado e abrangente que, hoje, requer todo um site, que pode ser encontrado no endereço abaixo  – http://corporate.ford.com/microsites/sustainability-report-2012-13/default.
 
Ford desenvolveu produtos e tecnologias em suas instalações com planos para cumprir suas próprias metas e, ao mesmo tempo, fazer a sua parte para ajudar a manter níveis de CO² na atmosfera da Terra abaixo de 450 partes por milhão – um objetivo que muitos cientistas, empresas e agências governamentais dizem que devem ser cumpridos para evitar efeitos mais graves sobre as alterações climáticas.
 
A linha de motores EcoBoost, agora em mais de 600.000 veículos da marca, também melhorou a economia de combustível e a redução de CO². E desde que começaram as vendas do Ford C-MAX Hybrid e Ford C-MAX Energi híbrido plug-in, mais de 20 bilhões de gramas de CO² foram salvas. As emissões de C-MAX Energi são menos da metade da média de CO² que vem de um carro regular.
Artigos Relacionados
Leia mais em Notícias
Comentários estão fechados

Veja também

O 1° Volkswagen Fusca fabricado no Brasil completa 60 anos

Em janeiro de 1959, o Volkswagen Sedan saía da linha de produção da fábrica Anchieta com 5…