Com 20.024 veículos emplacados em junho, a Renault do Brasil continua sua traje tória de crescimento no mercado brasileiro, atingindo a participação de 6,6 em junho.
 
“Os resultados comerciais da Renault estão em linha como o planejado, voltamos à nossa participação de mercado de 2012”, afirma Olivier Murguet, Presidente da Renault do Brasil.
 
Mesmo após a parada de oito semanas, a partir de dezembro de 2012, para ampliação da sua capacidade instalada de 280 mil para 380 mil veículos por ano, a Renault acumula um volume de 102.020 unidades emplacadas no primeiro semestre, o que reflete a retomada do ritmo de produção e vendas.
 
\"\"O aumento no volume das comercializações de produtos de diferentes categorias – compacto, SUV, sedan e comercial leve – é resultado dessa estratétegia. As vendas do Sandero e Sandero Stepway – totalizando 8.707 veículos – 19% a mais que no mês de maio, são alguns dos destaques.
 
O Duster também contribuiu para os bons resultados apresentados pela Renault. SUV vêm conquistando o público e suas vendas, em junho, somaram 4.134 unidades. No segmento de entrada – cujos números de mercado apontam queda de 25% no semestre – a demanda pelo popular da marca também continua aquecida. O Novo Clio registrou, no último mês, 2.582 veículos emplacados, um volume 184% superior ao mesmo período do ano anterior.
 
Já o novo Master, desde o seu lançamento, em março, tem sido apontado como um dos grandes destaques na categoria de veículos comerciais leves, o que se confirma com seu expressivo desempenho comercial. Em junho, foram emplacados 1.012 veículos, 82% a mais que no mês anterior, o que conferiu ao modelo o seu recorde de emplacamentos.
 
A indústria automotiva brasileira cresceu, no primeiro semestre, 4,6.
Artigos Relacionados
Leia mais em Notícias
Comentários estão fechados

Veja também

Groupe PSA inicia produção do Novo Peugeot 2008 em Porto Real

Lançamento é um dos 16 programados na região até 2021 em seu plano “Push to Pass” e reforç…