Redes
Facebook
Colunas e Blogs
Twitter
Destaques

04/11/2013 às 16:42

Nissan Altima aperfeiçoa seus atributos na segunda geração

Lançada em 1998, ganhou mais potência, opcionais e conforto no interior

 

 

 
Lançada em 1998 e produzida até 2001, a segunda geração do Nissan Altima foi marcada por oferecer mais potência, melhor dirigibilidade, mais conforto no interior, acabamento aperfeiçoado e novos equipamentos opcionais. O design da primeira reestilização do sedã ficou novamente a cargo centro de design da Nissan na Califórnia, localizado em San Diego, e era exclusivo do mercado norteamericano.
 
Mantendo a linha de produção do Altima no Tennessee, a Nissan adicionou mais potência ao motor do sedã, que passou de 150 para 155 cv na linha 2000, melhorando a aceleração de 0 a 100 km/h . O interior ganhou um porta-luvas maior e renovado e mais porta-copos, além do rebatimento traseiro dos bancos e airbags que acionavam com menos força para evitar lesões nos passageiros (depowered airbags). Apesar de manter as mesmas dimensões, a sensação de espaço interna foi ampliada com melhor distribuição interna de bancos e peças de acabamento.    
 
As versões eram: XE (entrada), GXE (intermediária e mais vendida), SE (esportiva) e GLE (topo de linha). A SE era facilmente identificada pela grade colorida, farois de neblina, espóilers traseiro e rodas de liga leve. A de luxo GLE trazia bancos de couro como item de série. Na linha 2001, a Nissan lançou versão “Limited Edition”, que se tornou importante parte da estratégia de preço do modelo nos anos seguintes.
 

separador

Mais Notícias

Nissan Altima aperfeiçoa seus atributos na segunda geração

-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Volkswagen vai lançar Cross Up! em Genebra

-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

separador
Apoio
Apoio
Motor Mais TV
Reportagem Especial
Volkswagen investe R$ 2,6 bilhões no desenvolvimento e produção do Novo Polo e Virtus

Volkswagen investe R$ 2,6 bilhões no desenvolvimento e produção do Novo Polo e Virtus

O Novo Polo começa a ser produzido na unidade Anchieta exatos 60 anos após o início da produção da Kombi, o primeiro modelo Volkswagen fabricado no Brasil

Banner