A Pesquisa CNT de Rodovias analisa, anualmente, toda a extensão da malha rodoviária federal pavimentada e os principais trechos rodoviários nos Estados. O levantamento de dados é realizado em campo e a avaliação é feita com base em três variáveis: pavimento, sinalização e geometria da via. 
A 21ª edição, divulgada em novembro do ano passado, pesquisou 105.814 km de rodovias, 2,5% a mais que a edição anterior. 
A partir dos resultados, a Confederação Nacional do Transporte identificou, também, quais são as melhores e as piores ligações rodoviárias do Brasil. 
Ligação rodoviária é a extensão formada por uma ou mais rodovias federais ou estaduais pavimentadas, com grande importância econômica e volume significativo de veículos de cargas e/ou de passageiros, que interligam territórios de uma ou mais Unidades da Federação. 
Conheça as dez melhores ligações rodoviárias do Brasil segundo a 21ª Pesquisa CNT de Rodovias. Todas elas passam por São Paulo e são constituídas de rodovias concessionadas.
1ª: São Paulo (SP) – Limeira (SP): SP-310/BR-364 e SP-348. 
2ª: Campinas (SP) – Jacareí (SP): SP-065 e SP-340.
3ª: Bauru (SP) – Itirapina (SP): SP-225/BR-369. 
4ª: São Paulo (SP) – Uberaba (MG): BR-050 e SP-330/BR-050. 
5ª: Barretos (SP) – Bueno de Andrade (SP): SP-326/BR-364.
6ª: São Carlos (SP) – S. João da Boa Vista (SP) – S. José do Rio Pardo (SP): SP-215/BR-267, SP-350 e SP-350/BR-369.
7ª: Ribeirão Preto (SP) – Borborema (SP): SP-330/BR-050 e a SP-333. 
8ª: Sorocaba (SP) – Cascata (SP) – Mococa (SP): SP-075, SP-340, SP-342 e SP-344. 
9ª: São Paulo (SP) – Itaí (SP) – Espírito Santo do Turvo (SP): SP-255 e SP-280/BR-374.
10ª: Piracicaba (SP) – Mogi Mirim (SP): SP-147 e SP-147/BR-373. 
Fonte: Agência CNT de Notícias
Artigos Relacionados
Leia mais em Notícias
Comentários estão fechados

Veja também

Onix vira nome global da Chevrolet

Objetivo é projetar em âmbito mundial expressão de sucesso alcançada regionalmente. O suce…