Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

 

 
\"\"No estande da Ford no Salão de Xangai, aberto até o próximo dia 29 de abril, a empresa apresentou ao público chinês, pela primeira vez, o recurso do cinto de segurança inflável para os usuários do banco traseiro, que combina os atributos dos cintos e airbags tradicionais para fornecer um nível adicional de proteção a impactos, oriundos de acidentes de trânsito.
 
O sistema de retenção avançado foi projetado para ajudar a reduzir as lesões na cabeça, pescoço e peito para os passageiros do banco traseiro, muitas vezes, crianças e pessoas idosas, que podem ser mais vulneráveis a tais lesões.
 
A tecnologia 
 
A Ford foi a primeira montadora a introduzir os cintos de segurança, em 1955, e liderou o caminho para tornar os condutores e passageiros mais seguros, com airbags padrão, na maioria dos veículos até 1993.
 
O cinto de segurança inflável estreou no Ford Explorer 2011, fato que consolidou a Ford como a fabricante com mais preocupações com a proteção dos usuários em 30 anos de testes do Insurance Institute for Highway Safety (IIHS) e nas avaliações cinco estrelas da NHTSA.
 
Avanços no sistema de enchimento dos airbags e novos métodos de construção do cinto de segurança convencional, permitiram à Ford e seus fornecedores, desenvolver cintos de segurança infláveis que são projetados para melhor proteger o tronco e ombro dos ocupantes do veículo em 40 milésimos de segundo, em caso de acidente.
 
Sensores de segurança do veículo determinam a gravidade da colisão em um piscar de olhos e disparam os airbags dos cintos infláveis. Cada cinto infla com gás comprimido frio, que flui através de uma fivela especialmente concebida a partir de um cilindro alojado abaixo do assento. O saco do cinto, ao ser inflado, se enche de ar e se expande lateralmente através do corpo do ocupante. 
 
A utilização de gás comprimido frio, em vez de uma reação química geradora de calor – que é típico dos sistemas tradicionais de airbag – significa que os cintos inflados não passam mais calor para o corpo do utilizador do que a temperatura ambiente. Os cintos infláveis funcionam com uma pressão mais baixa e uma velocidade mais lenta do que airbags tradicionais, porque o dispositivo não necessita fechar o espaço entre o cinto e o ocupante.
 
Mais seguro e confortável
 
No uso diário, os cintos infláveis funcionam como cintos de segurança comuns e são seguros e compatíveis com a cadeirinha dos bebês e crianças instaladas nos carros. Pesquisa da Ford revela que mais de 90 por cento das pessoas, que testaram os cintos de segurança infláveis, acharam que eles são semelhantes ou mais confortáveis do que um cinto convencional porque eles são acolchoados e macios. Esse fator de conforto pode ajudar a melhorar a taxa de 61 por cento dos ocupantes do banco traseiro que usam os cintos nos Estados Unidos quando se compara aos 82 por cento de uso pelos passageiros dos bancos dianteiros, de acordo com dados da National Highway Traffic Safety Administration (NHTSA).
 
\"\"
 
Em caso de uma colisão frontal ou lateral, o aumento do diâmetro do cinto inflável de forma mais eficaz, detém o ocupante na posição sentada adequada, ajudando a reduzir o risco de lesões.
 
O cinto inflável ajuda a distribuir a energia da força do impacto do acidente no tronco dos ocupantes numa área cinco vezes maior do que o cinto tradicional, o que amplia a sua faixa de proteção e reduz o risco de lesão oferecendo suporte adicional na cabeça e pescoço . Após o disparo do sistema, em caso de acidente, o cinto permanece inflado durante vários segundos antes de dispersar o ar através dos poros do airbag.
Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.
Artigos Relacionados
Leia mais em Notícias
Comentários estão fechados

Veja também

e-Golf – o best-seller da Volkswagen em versão elétrica

Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.Nova geração do hatch elétrico of…