Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.
Faltando poucos dias para o Réveillon, o volume de veículos nas estradas irá aumentar, junto com a chance de acontecerem acidentes – mais um motivo para se atentar as condições do carro antes de viajar. A revisão de segurança do seu veículo tem como objetivo verificar o funcionamento das partes vitais do carro, garantindo um passeio seguro e sem imprevistos.
Segundo a Polícia Rodoviária Federal, somente no final de semana do Natal (22 à 25 de dezembro) foram registrados mais de 250 acidentes graves nas BRs. Além de veículos em más condições e motoristas imprudentes, a pista molhada, algumas com muitos buracos e sinalização precária, foram as grandes responsáveis belo balanço negativo.
Confira, abaixo, quais são os itens que merecem atenção no momento da revisão:
Freios. São, obviamente, componentes que precisam de uma atenção redobrada do condutor. “Durante uma revisão de segurança, se pode obter um diagnóstico do estado real das pastilhas e do disco de freio. Já na estrada, o motorista deve sempre observar o painel eletrônico do veículo”, explica Leandro Vanni, engenheiro automotivo da DPaschoal, rede varejista de serviços automotivos.
Bateria. Sua vida útil, bem como todo o sistema elétrico do carro, deve estar em ordem. Esse componente ajuda o veículo a ligar, continuar funcionando e desempenhando tarefas relacionadas ao sistema elétrico. Geralmente, sua vida útil varia entre cinco e sete anos. A manutenção, por meio de revisões regulares e testes de desempenho, garante seu funcionamento e evita surpresas desagradáveis na hora de dar a partida, por exemplo.
Pneus. É importante verificar as condições dos pneus e do estepe periodicamente, a cada 15 dias, por exemplo. Antes de entrar na estrada, não é diferente. Se os pneus ainda estiverem em boas condições de uso, que podem ser averiguadas numa oficina, é necessário calibrá-los corretamente, de acordo com as instruções do manual do veículo. Não vale esquecer do estepe, no momento da calibragem. “Um dia é colocar 2 ou 3 librar a mais no pneu reserva, de forma a não ser surpreendido com um pneu murcho no momento de uma emergência”, dá a dica Leandro.
Suspensão e balanceamento. Conforme explica o engenheiro, “o funcionamento adequado desses sistemas são mais que necessários, por isso, é importante observar com atenção se existem vibrações ao volante. Nesse caso, pode ser que uma roda esteja desbalanceada ou com a direção desalinhada.” Atente-se também ao pneu cantando, que pode indicar desalinhamento. Rangidos, batidas secas ou ruídos que se assemelham a algo frouxo também podem indicar problemas.
Arrefecimento. Você sabia que os problemas de superaquecimento são os que mais deixam motoristas na estrada? Por isso mesmo esse é outro sistema fundamental nas revisões. Devem ser conferidas as mangueiras, a situação da água do radiador, os interruptores, as válvulas e a bomba d’água.
Itens de segurança. Não se esqueça de conferir se o triângulo, a chave de roda e o macaco estão dentro do carro funcionando corretamente. O extintor de incêndio também precisa estar na parte da frente do carro e dentro do prazo de validade. Não possuir algum desses equipamentos obrigatórios, mantê-los malconservados ou em desacordo com o Conselho Nacional de Trânsito (Contran) é uma infração grave, além de um descuido perigoso.
Palhetas do para-brisas. Parece um item menos importante, mas elas também devem ser testadas. Caso chova na estrada, o bom funcionamento desse item de segurança é imprescindível.
Lâmpadas do veículo. Além de escapar das multas, checar se as luzes do carro estão todas funcionando e reguladas, ajuda a não comprometer o campo de visão do motorista, sem atrapalhar os condutores quem vem no sentido contrário.
Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.
Artigos Relacionados
Leia mais em Notícias
Comentários estão fechados

Veja também

Fiat renova parceria com Inhotim

Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.No mês de comemoração de 42 anos …