A Secretaria Estadual dos Transporte (Setrans) dará continuidade à obra de alargamento da Ponte Juscelino Kubitschek, em Teresina, com a execução da segunda etapa que, por um erro no antigo projeto, ficou impossibilitada de ser executada. Para retomada da obra, a Setrans vai realizar uma licitação para conseguir a licença ambiental, uma vez que para o andamento da obra é necessária a retirada dos carnaubais que estão localizados no caminho da nova ponte. Somente após o licenciamento ambiental, um novo processo licitatório será aberto para a continuidade da obra.
A primeira parte da obra está concluída e corresponde à terceira ponte Juscelino Kubitschek que mede uma extensão 427,20 metros e tem largura média de dez metros. Nessa primeira etapa, foram gastos R$18.434.806,83 oriundos do Governo do Estado.
O novo projeto está orçado em R$ 3,293 milhões e consiste na implantação de três faixas de acesso à nova ponte, que vão contribuir em dar agilidade ao fluxo de veículos em um dos principais corredores de tráfego da capital, que liga o centro de Teresina à zona Leste.
“A Secretaria de Transporte do Piauí já está providenciando os trâmites burocráticos para o lançamento do edital que vai selecionar a empresa que ficará responsável pelo projeto de licenciamento ambiental. Tão logo o relatório seja entregue e a Secretaria Municipal de Meio Ambiente conceda o licenciamento prévio, será feita a licitação para a seleção da empresa que irá executar a obra”, descreve.
Artigos Relacionados
Leia mais em Notícias
Comentários estão fechados

Veja também

Nissan comemora 20 anos de uma história de sucesso no Brasil

Da importação de carros à fabricante nacional de automóveis, marca consolida sua presença …