Aparelhos estão ajudando no trabalho dos agentes de trânsito no dia a dia

A Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (Strans) implantou, no mês de maio, o talonário eletrônico que vai ser utilizado pelos agentes de trânsito de Teresina para desenvolver as suas atividades. Os aparelhos serão utilizados para mapear, através de GPS, os locais com sinalização deficiente em todos os bairros da cidade, facilitando o trabalho da engenharia de tráfego e consequentemente agilizando os serviços diários de fiscalização dos agentes. Nesta primeira fase, oitenta aparelhos foram adquiridos e estão sendo utilizados em campo, mas a expectativa é que, em breve, todos utilizem o equipamento. Com o passar do tempo a ideia é que os talonários de notificação sejam substituídos pelos aparelhos.

De acordo com o Diretor de Operação e Fiscalização de Trânsito da Strans, Jaime Oliveira, os aparelhos estão ajudando no trabalho dos agentes de trânsito no dia a dia. “A tecnologia dos smartphones vai nos ajudar, por exemplo, a coletar os dados dos acidentes de trânsito com mais fidelidade, e assim vamos gerar relatório mais preciso”, acrescentou.

O diretor reforça que o equipamento permite melhorar a fiscalização, através das consultas de dados dos veículos no local das operações, para verificar se o veículo é roubado ou se está com a documentação atrasada. “Com a utilização dessa tecnologia estamos conseguindo otimizar o nosso trabalho em todos os sentidos. Além de todas as vantagens, ainda conseguimos fazer a fotografia em tempo real da ocorrência”, complementou.

Jaime enfatiza que, aos poucos, o talonário de notificação será substituído pelos aparelhos. “Estamos utilizando a tecnologia para proporcionar um trânsito mais seguro para nossa cidade e para todos nós”, enfatizou.

A agente de trânsito Marta Glória, que já está trabalhando com o aparelho, diz que ele tem ajudado muito no trabalho de fiscalização de trânsito. “Conseguimos otimizar o nosso trabalho e assim estamos conseguindo desafogar o trânsito e proporcionar uma fluidez melhor, especialmente, nas ruas do centro da cidade, onde as pessoas costumam, por exemplo, parar em fila dupla trazendo um grande problema para a fluidez. Além disso, com o aparelho a gente consegue, no ato da consulta, verificar se o veículo está licenciado, se possui multa ou se é um veículo roubado, agilizando assim a medida cabível para cada situação”, concluiu.

Artigos Relacionados
Leia mais em Notícias
Comentários estão fechados

Veja também

Vendas financiadas de veículos crescem 20% em julho na comparação com 2018

Alta – registrada nas vendas a crédito de autos leves, motos e pesados – foi mais acentuad…