A Strans está com as inscrições abertas até 1º de novembro para o VIII Prêmio Cidade de Teresina de Educação no Trânsito. A premiação será de R$ 2 mil e R$ 1 mil e o tema geral “Quem não respeita as leis e a sinalização está na direção errada. No trânsito, o sentido é a vida”.

A jornalista Marta Alencar foi vencedora por duas vezes em 1º lugar (em 2015 e 2017), com uma matéria publicada em revista e outra por um portal. Ela destaca que o prêmio é muito importante, não só para a questão da qualidade das vias na cidade, mas também pela educação quanto ao conhecimento das leis que regem o trânsito, seja para pedestres, motoristas ou motociclistas.

“Eu fiquei muito feliz de ter meus trabalhos inscritos reconhecidos em duas oportunidades, seja impresso ou online. É gratificante conhecer histórias de pessoas que sobreviveram a acidentes de trânsito, por exemplo, e que, atualmente, promovem projetos que conscientizam outras pessoas. Eu aprendi tanto como repórter quanto como motorista. Agradeço à Strans e à Prefeitura de Teresina pela oportunidade de contar essas experiências”, diz.

Sobre o prêmio

O prêmio está dividido nas categorias professor de escola pública e privada, aluno da educação infantil ao ensino superior, profissional de comunicação (rádio, tv, jornal, revista e portal), fotografia e a categoria responsabilidade social no trânsito (para pessoa jurídica e pessoa física).

Para o público em geral, tem a categoria fotografia com o tema: “Atitude legal que me chama atenção no trânsito”. Na categoria responsabilidade social para pessoas jurídicas, o material deve ser inscrito com relatos.

A gerente de Educação no Trânsito, Samyra Mota, diz que é um prêmio de grande relevância para Teresina, pois as estatísticas apontam dados negativos no trânsito. “É uma ação para provocar reflexão nas pessoas quanto à conduta de pedestres, ciclistas e motoristas. A ideia é causar efeitos a partir da produção de textos, desenhos e fotos, motivados pela premiação”, diz.

Artigos Relacionados
Leia mais em Notícias
Comentários estão fechados

Veja também

Ford já consertou mais de 200 respiradores para hospitais da Bahia e do Ceará

Os equipamentos estão sendo reparados em parceria com o SENAI e outras instituições, com a…