A partir do mês de novembro começa a valer em todo o país a nova lei que pune motorista que abusarem do volume do som. Para que o condutor seja notificado com multa grave no valor de R$ 195,00, que corresponde a cinco pontos na carteira de habilitação, agora é necessário apenas que seja constatado o fato do som esteja perturbando o sossego público.
 
Som alto no carro já era proibido pelo Código Brasileiro de Trânsito (CTB), que estipulava em 80 decibéis o limite permitido, medidos a sete metros de distância do decibelímetro. Sem esse equipamento, não dava para fiscalizar, mas agora com o fato constatado o condutor será notificado.
 
De acordo com o gerente de operação e fiscalização a Strans, Denis Lima, o trabalho de fiscalização de som de carro já era feito nos finais de semana numa ação conjunta com o Ministério Público (MP), Polícia Militar (PM), Delegacia do Silêncio, Detran e Strans, mas agora essa fiscalização será feita diariamente. “Anteriormente era mais complicado fazer a  fiscalização na medida uma vez que nem todos os agentes de fiscalização contavam com decibelímetros, mas agora somente com a constatação do fato é mais fácil a notificação”, explicou.
 
O gerente alerta ainda que as pessoas que identificarem veículos com som alto perturbando o sossego podem fazer a denúncia junto à Strans através do número 3122-7617. Alarmes, sirenes e o som de carros de publicidade com autorização para circular estão fora da proibição.
Artigos Relacionados
Leia mais em Notícias
Comentários estão fechados

Veja também

Nissan comemora 20 anos de uma história de sucesso no Brasil

Da importação de carros à fabricante nacional de automóveis, marca consolida sua presença …