Flávio Figueredo
São Paulo *
 
 
A Subaru reuniu a imprensa especializada em São Paulo para mostrar o que a marca vai levar para o 28º Salão Internacional do Automóvel de São Paulo, que acontece de 30 de outubro a 9 de novembro no Pavilhão de Exposições do Anhembiem. O destaque será para o sedan esportivo WRX e WRX SI, que serão apresentados pela primeira vez ao público brasileiro.
 
O novo WRX tem motor Boxer 2,0 litros turbo, com injeção direta (DIT) e 268 cv de potência máxima e duas novas opções de transmissões: automática esportiva, denominada Sport Lineartronic, de oito velocidades e opção de troca manual de marchas, e a manual de seis velocidades.
 
\"\"
 
O painel com dois instrumentos traz uma tela central de cristal líquido com 3,5 polegadas que exibe dados variados, como nível do óleo e do fluido do para-brisa, além da marcha utilizada no momento. Bancos dianteiros esportivos trazem apoios de cabeça com ajustes de altura e inclinação. O revestimento dos bancos, em couro, conta com costuras vermelhas. Este mesmo material também é usado no volante e na alavanca do câmbio.
 
O WRX tem display LCD central multi-informações com 4,3 polegadas, que exibe inúmeras funções do veículo, entre elas imagens da câmera de ré, monitor de pressão do turbo, controles de áudio, Bluetooth e climatização, enquanto uma outra tela mostra a operação do sistema de controle de tração. O display também pode emitir alertas de manutenção. 
 
\"\"
 
A Subaru criou o primeiro modelo WRX em 1992, para participar do Campeonato Mundial de Rali (WRC – World Rally Championship), categoria que a marca venceu por três vezes. O WRX traz este DNA de competição para as ruas com um motor Boxer turbo, com injeção direta de combustível (DIT), que contribui para o baixo centro de gravidade, aumentando a estabilidade e auxiliando para uma condução mais esportiva e segura. 
 
O motor Boxer turbo 2,0 litros conta com Subaru Dual Active Valve Control System (D-AVCS – duplo sistema de controle de válvulas ativo), um turbocompressor twin-scroll e intercooler para alcançar 268 cv a 5.600 rpm, e torque de 37 kgfm na faixa entre 2.000 e 5.200 rpm. Com um sistema de escapamento que elimina uma câmara no abafador e encurta a tubulação interna, o WRX produz uma sonoridade ainda mais poderosa.
 
\"\"
 
O WRX STI tem características herdadas dos modelos da marca que, por três vezes, conquistaram o Campeonato Mundial de Rali (WRC – World Rally Championship). Traz um motor também nascido nas provas de rali, o Boxer Turbo 2,5 litros, com potência máxima de 305 cv, que, aliado ao sistema de tração integral Subaru All Wheel Drive (SAWD) – uma tradição e especialidade da marca Subaru –, proporciona uma dirigibilidade única para o segmento dos sedans esportivos. 
 
Uma clara referência às corridas é a tela do display multifuncional que mostra a pressão do turbocompressor do motor Boxer. O WRX STI utiliza sistema de áudio Harman/Kardon, afinado exclusivamente para este modelo e composto por nove alto-falantes – incluindo subwoofer – com 440 watts de potência e amplificador com processador DSP.
A tecnologia Multi-mode Vehicle Dynamics Control permite ao motorista do WRX STI intervir no funcionamento do controle de estabilidade, selecionando entre três tipos de programação disponíveis.
 
\"\"
 
O Subaru WRX STI também conta com o Diferencial Central com Controle do Nível de Bloqueio. Com esse dispositivo, o condutor do veículo pode selecionar a proporção da distribuição do torque entre as rodas dianteiras e traseiras, possibilitando o maior nível de aderência, nos mais variados tipos de terrenos. O sistema oferece a opção “auto”, em que essa distribuição é realizada de forma automática.
 
Exclusividade do WRX STI, o sistema de freios Brembo Performance utiliza discos Super Sport ventilados, com 13 polegadas de diâmetro na dianteira e 12,4 polegadas na traseira. O acionamento das pastilhas de freio é realizado por pinças de quatro cilindros, na dianteira, e por outras, de dois cilindros, nas rodas traseiras, ambas produzidas pela Brembo.
 
A CAOA importará o modelo, nas duas versões, no final do segundo semesre de 2015. 
 
\"\"
Artigos Relacionados
Leia mais em Notícias
Comentários estão fechados

 

 
 
 
Flávio Figueredo
São Paulo *
 
 
A Subaru reuniu a imprensa especializada em São Paulo para mostrar o que a marca vai levar para o 28º Salão Internacional do Automóvel de São Paulo, que acontece de 30 de outubro a 9 de novembro no Pavilhão de Exposições do Anhembiem. O destaque será para o sedan esportivo WRX e WRX SI, que serão apresentados pela primeira vez ao público brasileiro.
 
O novo WRX tem motor Boxer 2,0 litros turbo, com injeção direta (DIT) e 268 cv de potência máxima e duas novas opções de transmissões: automática esportiva, denominada Sport Lineartronic, de oito velocidades e opção de troca manual de marchas, e a manual de seis velocidades.
 
\"\"
 
O painel com dois instrumentos traz uma tela central de cristal líquido com 3,5 polegadas que exibe dados variados, como nível do óleo e do fluido do para-brisa, além da marcha utilizada no momento. Bancos dianteiros esportivos trazem apoios de cabeça com ajustes de altura e inclinação. O revestimento dos bancos, em couro, conta com costuras vermelhas. Este mesmo material também é usado no volante e na alavanca do câmbio.
 
O WRX tem display LCD central multi-informações com 4,3 polegadas, que exibe inúmeras funções do veículo, entre elas imagens da câmera de ré, monitor de pressão do turbo, controles de áudio, Bluetooth e climatização, enquanto uma outra tela mostra a operação do sistema de controle de tração. O display também pode emitir alertas de manutenção. 
 
\"\"
 
A Subaru criou o primeiro modelo WRX em 1992, para participar do Campeonato Mundial de Rali (WRC – World Rally Championship), categoria que a marca venceu por três vezes. O WRX traz este DNA de competição para as ruas com um motor Boxer turbo, com injeção direta de combustível (DIT), que contribui para o baixo centro de gravidade, aumentando a estabilidade e auxiliando para uma condução mais esportiva e segura. 
 
O motor Boxer turbo 2,0 litros conta com Subaru Dual Active Valve Control System (D-AVCS – duplo sistema de controle de válvulas ativo), um turbocompressor twin-scroll e intercooler para alcançar 268 cv a 5.600 rpm, e torque de 37 kgfm na faixa entre 2.000 e 5.200 rpm. Com um sistema de escapamento que elimina uma câmara no abafador e encurta a tubulação interna, o WRX produz uma sonoridade ainda mais poderosa.
 
\"\"
 
O WRX STI tem características herdadas dos modelos da marca que, por três vezes, conquistaram o Campeonato Mundial de Rali (WRC – World Rally Championship). Traz um motor também nascido nas provas de rali, o Boxer Turbo 2,5 litros, com potência máxima de 305 cv, que, aliado ao sistema de tração integral Subaru All Wheel Drive (SAWD) – uma tradição e especialidade da marca Subaru –, proporciona uma dirigibilidade única para o segmento dos sedans esportivos. 
 
Uma clara referência às corridas é a tela do display multifuncional que mostra a pressão do turbocompressor do motor Boxer. O WRX STI utiliza sistema de áudio Harman/Kardon, afinado exclusivamente para este modelo e composto por nove alto-falantes – incluindo subwoofer – com 440 watts de potência e amplificador com processador DSP.
A tecnologia Multi-mode Vehicle Dynamics Control permite ao motorista do WRX STI intervir no funcionamento do controle de estabilidade, selecionando entre três tipos de programação disponíveis.
 
\"\"
 
O Subaru WRX STI também conta com o Diferencial Central com Controle do Nível de Bloqueio. Com esse dispositivo, o condutor do veículo pode selecionar a proporção da distribuição do torque entre as rodas dianteiras e traseiras, possibilitando o maior nível de aderência, nos mais variados tipos de terrenos. O sistema oferece a opção “auto”, em que essa distribuição é realizada de forma automática.
 
Exclusividade do WRX STI, o sistema de freios Brembo Performance utiliza discos Super Sport ventilados, com 13 polegadas de diâmetro na dianteira e 12,4 polegadas na traseira. O acionamento das pastilhas de freio é realizado por pinças de quatro cilindros, na dianteira, e por outras, de dois cilindros, nas rodas traseiras, ambas produzidas pela Brembo.
 
A CAOA importará o modelo, nas duas versões, no final do segundo semesre de 2015. 
 
\"\"
Artigos Relacionados
Leia mais em Notícias
Comentários estão fechados

Veja também

Logo dos 20 anos da Nissan no Brasil foi escolhida pelos funcionários

Marca japonesa completa oficialmente duas décadas no país em outubro Em outubro, a Nissan …