Home Notícias Táxis podem circular nos corredores exclusivos para ônibus em Teresina

Táxis podem circular nos corredores exclusivos para ônibus em Teresina

Comentários desativados em Táxis podem circular nos corredores exclusivos para ônibus em Teresina

Circulação dos táxis nos corredores foi considerada positiva

É permitido aos táxis de Teresina, devidamente identificados, transitar nos corredores exclusivos para ônibus. A decisão está na portaria de número 48/2019, do dia 14 de agosto. Desde maio, a circulação já era permitida nas avenidas João XXIII e Presidente Kennedy, mas agora a ampliação contempla as faixas exclusivas e os corredores Sul I (que compõe as avenidas Barão de Gurgueia e Henry Wall de Carvalho), Corredor Sul II (Avenidas Miguel Rosa e Prefeito Wall Ferraz) e Corredor Gil Martins. A Superintendência Municipal de Transportes e Trânsitos (Strans) ficará responsável pela fiscalização.

De acordo com o diretor de Trânsito e Sistema Viário da Strans, José Falcão, a circulação dos táxis nos corredores foi considerada positiva e por isso está sendo ampliada para os demais. “O nosso objetivo é proporcionar mais agilidade ao serviço de táxi, assim estaremos proporcionando um melhor atendimento para os usuários”, enfatiza.

Falcão ressalta que, com a ampliação da medida, os condutores devem ficar atentos às normas. “Queremos reforçar que a permissão é somente para táxis do município de Teresina, e que não será permitido embarque e desembarque nos corredores. Os veículos deverão respeitar esta e outras regras estabelecidas”, explica o diretor.

O presidente do Sindicato dos Taxistas, Raimundo Bezerra, considera que a medida vai melhorar o trabalho diário dos taxistas. “Além de agilizar o nosso trabalho, também iremos proporcionar um melhor serviço para os nossos clientes. O deslocamento ficará mais rápido, beneficiando a todos”, diz.

Artigos Relacionados
Leia mais em Notícias
Comentários estão fechados

Veja também

Novo CTB “simplifica por um lado e endurece por outro”, diz ministro

Validade da CNH passa de cinco para dez anos O ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes …