Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

Os dados constam no Relatório do Projeto Vida no Trânsito 2017.

Teresina reduziu em 15,2% a quantidade de acidentes de trânsito na capital no primeiro trimestre de 2017 em comparação ao mesmo período de 2016. Os bons resultados são reflexos ações de fiscalização do Projeto Vida no Trânsito, desenvolvido pela Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (Strans) e outros órgãos do Piauí. A diminuição dos limites de velocidade em vias de grande circulação de veículos também contribuíram para os bons resultados.

Os dados constam no Relatório do Projeto Vida no Trânsito do ano passado e mostra outras informações importantes: redução de 7,9% no número de vítimas fatais, de 11,4% no número de vítimas graves e de 21,8% no total de vítimas de acidentes de trânsito no segundo trimestre de 2017 em relação ao segundo trimestre de 2016.

Ainda segundo o relatório, as vítimas fatais e graves são, na maioria, do sexo masculino. Foram 519 homens, enquanto do sexo feminino somaram 142 vítimas, referentes ao primeiro trimestre de 2017. A mesma situação acontece no 2º trimestre de 2017, no qual foram registrados entre vítimas fatais e graves, dos quais 523 eram do sexo masculino e 129, do sexo feminino.

O Diretor de Trânsito e Sistema Viário da Strans, José Falcão, ressalta que a redução da velocidade das vias tem contribuído para a diminuição de acidentes e para reduzir o número de vítimas graves e fatais. “Isto porque o excesso de velocidade aumenta a gravidade do acidente”, explica.

A Strans realiza com frequência várias ações de educação no trânsito em escolas, universidades, faculdades, empresas e em eventos para a população. De acordo com a Gerente de Educação no Trânsito, Samyra Motta, essas atividades são executadas desde o ensino infantil, com a Escolinha do Trânsito, até o ensino superior, com palestras e rodas de conversa. O mesmo trabalho também é feito em empresas que solicitam palestras com seus colaboradores.

Outra iniciativa da Strans é realização de ações educativas nas vias de maior movimento da cidade, em parceria com os órgão que fazem parte do Sistema Nacional de Trânsito. Os motoristas recebem material educativo alertando-os para a necessidade de um comportamento seguro e o respeitos às leis de trânsito.

Trabalho Integrado

A Gerente de Educação no Trânsito enfatiza ainda a importância do trabalho integrado com os outros órgãos do Sistema Nacional de Trânsito, além das ações que unem educação, fiscalização e engenharia. “É importante ressaltar que, para haver uma redução nos acidentes, são realizadas ações integradas com os demais órgãos. Somente assim, teremos um trânsito melhor e mais seguro para todos”.

Os dados das blitzen integradas da “Operação Lei Seca – Todos pelo Trânsito”, revelaram que foram feitas 51.781 abordagens de veículos que transitavam pelas vias públicas. O trabalho foi realizado de março a dezembro do ano passado, em parceria com a Polícia Militar, Ciptran, BPRE, PRF e DETRAN.

Nas abordagens foram feitos 2.625 testes de alcoolemia, nos quais 140 condutores foram presos em flagrante por embriaguez e outros 160 condutores foram notificados por dirigir sob efeito de álcool. As ações são realizadas especialmente de quinta a domingo, período em que ocorre a maioria dos acidentes.

De acordo com o Diretor de Operação e Fiscalização da Strans, Jaime Oliveira, as blitzen realizadas em parceria com os demais órgãos tem conseguido melhorar a segurança dos condutores. “A união de esforços para a realização das ações de fiscalização tem ajudado a reduzir o número de acidentes e a inibir, entre os condutores, a ingestão de bebida alcoólica”.

Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.
Artigos Relacionados
Leia mais em Notícias
Comentários estão fechados

Veja também

Nova geração Classe C da Mercedes-Benz chega ao Brasil

Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.Uma das famílias de maior prestíg…