Iniciativa, realizada na unidade da Toyota de Sorocaba, interior de São Paulo, conta com equipe de 12 colaboradores em espaço exclusivo, organizado dentro das normas de saúde e segurança do Ministério da Saúde do País

Desde o início de abril a Toyota faz parte de uma grande iniciativa que integra outras montadoras do setor e empresas voluntárias para a manutenção de respiradores destinados ao tratamento de pacientes diagnosticados com COVID-19. Até o momento a empresa já recebeu 48 respiradores, os quais 18 já foram reparados e 16 foram entregues a hospitais e estabelecimentos de saúde das cidades de Taubaté, Itapetininga, Votorantim, Sorocaba, Leme, Vinhedo, localizadas no interior do Estado de São Paulo, e também em São Bernardo do Campo e na cidade de São Paulo.

Para realizar esse trabalho foi necessário o apoio do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI) para treinar e capacitar 12 colaboradores da empresa. O trabalho se concentra na unidade da Toyota de Sorocaba e conta com espaço exclusivamente montado para receber os aparelhos, efetuar desmontagem, conserto, montagem, empacotamento e envio.

“Nossa equipe está motivada, pois sabemos que com esse trabalho podemos salvar muitas vidas. Por isso, é importante que hospitais e estabelecimentos de saúde realizem o cadastro no site do SENAI para solicitação do reparo”, afirma Ademir Rogério Canal, diretor da unidade de Sorocaba da Toyota do Brasil.

A iniciativa é liderada pelo SENAI e para fazer parte do projeto, os hospitais ou unidades de saúde devem preencher o formulário pelo site senai.br/respiradores , inserir os campos obrigatórios como quantidade de equipamentos, marca, modelo, defeito, entre outros, para que as empresas parceiras desta logística possam retirar o equipamento.

Caso não haja ponto de recebimento, especialmente em outros estados, o SENAI fechou um acordo com o Ministério de Defesa para a realização do transporte desses equipamentos.

A iniciativa conta também com 39 pontos de manutenção, preparados para receber os equipamentos, dos quais 20 são unidades do SENAI e 19 das empresas da rede voluntária.

Artigos Relacionados
Leia mais em Notícias

Veja também

FCA inicia produção de máscaras cirúrgicas na fábrica de Betim

Instalada em tempo recorde, linha produz 1,5 milhão de unidades por mês; Parte da produção…