No total, foram transacionados 1.592.252 veículos no mês.

De acordo com dados da FENABRAVE – Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores, as vendas de veículos usados, considerando todos os segmentos automotivos somados (automóveis, comerciais leves, caminhões, ônibus, motocicletas, implementos rodoviários e outros veículos), apresentaram alta de 13,18%, em dezembro, na comparação com o mês anterior. No total, foram transacionadas 1.592.252 unidades, contra 1.406.858, em novembro.
Na comparação com dezembro de 2019, quando foram negociadas 1.285.007 unidades, houve alta de 23,91%.

Já no acumulado do ano, entre janeiro e dezembro de 2020 (12.757.246 unidades), o mercado de veículos usados apresentou retração de 12,32%, com relação ao mesmo período de 2019, quando foram comercializadas 14.550.305 unidades.

Automóveis e comerciais leves

Se considerados apenas os segmentos de automóveis e comerciais leves usados, o crescimento, nas transações realizadas, em dezembro de 2020, foi de 14,86% (1.204.907 unidades) sobre novembro (1.048.988 unidades). No comparativo com dezembro de 2019 (985.380 unidades transferidas), houve alta de 22,28%. “Vale lembrar que houve aumento de demanda, em função da própria pandemia, que acabou por estimular transporte individual e, com a falta de carros novos no mercado, muitos buscaram adquirir veículos seminovos ou usados”, comenta Alarico Assumpção Júnior, Presidente da FENABRAVE.

Contudo, no acumulado do ano (janeiro a dezembro de 2020), quando foram transacionadas 9.454.326 unidades, o segmento apresentou retração de 13,87%, contra o mesmo período de 2019 (10.976.343 unidades).

Do total de automóveis e comerciais leves transacionados, os usados entre 1 a 3 anos de fabricação representaram 14,63% do total negociado, no mês de dezembro, e 13,41% no acumulado de 2020.

Com o aumento das vendas de carros usados no Brasil, a proporção em relação às vendas de carros novos vem sofrendo alterações. Até 2019, eram comercializados 3,9 carros usados para cada zero km e, em 2020, essa relação mudou para 5,2 usados para cada carro novo vendido.

“O mercado de usados superou a movimentação do mercado de novos no último mês de 2020 e a demanda deve continuar aquecida em 2021”, comenta Alarico Assumpção Júnior, Presidente da FENABRAVE.

Artigos Relacionados
Leia mais em Destaques

Deixe uma resposta

Veja também

Porsche registra alta de 35% no mercado brasileiro em 2020

Com a marca de 2.487 entregas, a marca bateu seu recorde de vendas no mercado brasileiro E…