Uma situação muito comum para pais motociclistas: crianças sendo transportadas na garupa da moto. Por mais que isso pareça arriscado, o Código de Trânsito Brasileiro permite crianças maiores de 7 anos nas motocicletas. Veja o que fala o CTB:

“Art. 244. Conduzir motocicleta, motoneta e ciclomotor:

V – transportando criança menor de sete anos ou que não tenha, nas circunstâncias, condições de cuidar de sua própria segurança:
Infração – gravíssima;
Penalidade – multa e suspensão do direito de dirigir;
Medida administrativa – recolhimento do documento de habilitação.”

Autuação que, além das medidas administrativas, confere 7 pontos à carteira do condutor e multa no valor de R$ 293,47.

A criança deve estar sempre posicionada no banco traseiro da moto, e nunca sobre o tanque ou entre duas pessoas. Além de ilegal, é perigoso! Aliás, use o bom senso: mesmo acima dos 7 anos, a criança aparenta ter capacidade para se manter estável e segura na moto? Se não for o caso, evite esse tipo de transporte para o pequeno.

DICAS DE SEGURANÇA

1 – A criança deve usar sempre capacete apropriado para o tamanho de sua cabeça, com a viseira abaixada e SEMPRE afivelado. Capacetes de adultos ficam folgados e, em caso de acidente, podem se soltar da cabeça.

2 – Respeite o tamanho da criança – mesmo que ela tenha 7 anos, certifique-se de que ela alcança as pedaleiras com os pés e, mais importante, possui condições físicas de se segurar. Pés soltos podem causar acidentes pelo contato com rodas, correntes e escapamento (que provoca queimaduras).

3 – A criança deve vestir roupas e calçados adequados para rodar em motocicletas – jaquetas, luvas, calças e botas nunca são demais.

4 – Oriente a criança quanto ao ponto correto para se segurar, que é na cintura do piloto. Também ensine a acompanhar os movimentos de corpo de quem pilota a motocicleta. Além disso, informe sobre a necessidade de se segurar com mais força em freadas e acelerações.

5 – Caso a criança esteja tensa ou com medo, evite levá-la na motocicleta. Respeite seus sentimentos, pois ela pode se assustar e tomar decisões imprevisíveis.

Fonte: CESVI BRASIL
Foto: 123RF

Artigos Relacionados
Leia mais em Notícias
Comentários estão fechados

Veja também

Você sabe qual a melhor maneira de transportar seu cachorro em viagens?

*Por René Rodrigues Júnior Dezembro é o mês das festas, das confraternizações, do verão e …