A partir do dia 1º de dezembro, empresas que realizam o transporte coletivo interestadual de passageiros nos modais rodoviário, ferroviário e aquaviário (inclusive travessias) deverão garantir, ao menos, duas passagens gratuitas e mais duas com 50% de desconto para jovens de baixa renda. A medida está prevista no Decreto 8.537/2015, publicado pela Presidência da República no dia 1º de outubro. 
As regras preveem que, para fazer uso do benefício, o jovem deverá solicitar um único bilhete de viagem, nos pontos de venda da transportadora, no mínimo três horas antes do horário da partida. Ele também poderá pedir a emissão do bilhete de retorno. No momento da solicitação, o interessado deverá apresentar a Identidade Jovem (documento que comprova a condição de baixa renda), acompanhada de documento de identificação com foto.
Após esse prazo, caso os assentos reservados não tenham sido ocupados, as empresas poderão colocar os bilhetes à venda. 
Para embarcar, o jovem deverá comparecer ao terminal até 30 minutos antes da hora marcada para o início da viagem, ou poderá perder o benefício. O bilhete de viagem será nominal e intransferível. Nele, estará expressa a concessão da gratuidade ou do desconto. No benefício não estarão incluídas tarifas de utilização dos terminais, de pedágio e despesas com alimentação. 
Quando o benefício for negado, as empresas de transporte deverão emitir, ao jovem, documento que indica data, hora, local e motivo da recusa. 
As empresas também deverão informar, periodicamente, a ANTT (Agência Nacional de Transportes Terrestres) e a Antaq (Agência Nacional de Transportes Aquaviários) sobre a movimentação de passageiros com acesso a essa gratuidade. 
Fonte: Agência CNT de Notícias
Artigos Relacionados
Leia mais em Notícias
Comentários estão fechados

Veja também

Suzuki Jimny vem com novidades na linha 2022

Disponível em quatro versões, SUV traz atualizações estéticas e mantém o mesmo DNA 4×…