Depois de lançar no mercado nacional a nova linha Tiger Explorer, nas versões XR e XCx, agora a Triumph inicia as vendas da top de linha Tiger Explorer XCa. O modelo chega às 14 concessionárias brasileiras com preço de R$ 78.500,00. Além de todos os equipamentos que já estavam presentes no modelo XCx, a nova XCa traz também sofisticações como dois novos modelos de pilotagem (“esportivo” e “piloto”), para-brisas de viagem com ajuste elétrico (o que aumenta a segurança nas estradas), bancos do piloto e do garupa com aquecimento, pedaleiras em CNC e faróis de neblina em LED. Uma das novidades do novo modelo, que não está disponível nos concorrentes, é o controle de parada em ladeiras (Hill Hold Control System), que aumenta bastante a segurança do piloto ao parar a moto numa subida.
Todos os modelos da família são equipados com o mesmo motor tricilíndrico, exclusivo na categoria , com 1.215 cc e 12 válvulas, capaz de desenvolver 139 cv de potência (a 9.300 rpm) e  123 Nm de torque (a 6.200 rpm). Para fazer um melhor uso desta potência, a nova Tiger Explorer possui embreagem hidráulica, com discos múltiplos e auxílio de torque (slip assist), evitando a fadiga do piloto.
Os três modelos da linha possuem um câmbio especialmente desenvolvido para facilitar as viagens de longa distância, com uma relação de marchas longa, além de também proporcionar uma economia de combustível de 5% em relação ao modelo anterior. A motocicleta apresenta um novo sistema de escape que auxilia o desempenho do motor e também proporciona o clássico e imponente som que se espera de um motor Triumph de três cilindros. Para maximizar o nível de controle de frenagem, toda a linha conta, na dianteira, com dois discos oscilantes de 305 mm, monobloco Brembo de quatro pistões e fixação radial e, na traseira, com um disco único de 282 mm, com pinça deslizante de dois pistões.
 
A nova Tiger Explorer XCa conta com o moderno Sistema de Suspensão Semi-Ativa da Triumph (TSAS, ou Triumph Semi Active Suspension), uma tecnologia inovadora que controla ativamente as configurações da suspensão WP. O sistema TSAS se adapta continuamente aos ajustes da suspensão, conforme a pilotagem, entregando melhor controle, conforto e experiência em qualquer superfície, gerenciando ativamente as configurações de amortecimento e as definições de pré-carga para que elas respondam automaticamente à superfície da estrada, velocidade, peso do piloto, carga útil e terreno. O piloto pode selecionar o tipo de suspensão desejado para o seu passeio. O sistema TSAS oferece ao piloto a capacidade de escolher entre “road” e “off-road”, com diferentes configurações de pré-carga e amortecimento para cada condição de pilotagem. Adicionalmente, cada uma dessas configurações ainda possui nove diferentes etapas facilmente selecionáveis, que vão de “conforto” a “sport”.
Na Tiger Explorer XCa, são cinco modos de pilotagem  à disposição do piloto: “estrada”, “chuva”, “off-road”, “esportivo” e “piloto”. A escolha permite ao piloto a seleção de um modo com vários parâmetros críticos de desempenho, ajustados para adequação às condições de estrada e de clima. A seleção pode ser feita de modo rápido e fácil, mesmo em movimento. Cada Modo de Pilotagem muda todo o mapa, os níveis dos freios ABS, o Controle de Tração e, na versão XCx, a configuração do amortecedor do sistema TSAS.
Um novo e sofisticado recurso é a Unidade de Medição de Inércia (IMU, ou Inertia Measurement Unit), que faz a medição contínua do comportamento da motocicleta e de seus movimentos, de acordo com a taxa de inclinação do piloto, esterçamento e aceleração vertical, longitudinal e lateral. Estas informações são processadas pela nova Unidade de Controle Central da Triumph Explorer (CCU, ou Chassis Control Unit), que oferece os dados relevantes ao sistema TSAS, através do qual ele otimiza continuamente as configurações de suspensão traseira. Os dados IMU são utilizados para otimização dos freios ABS e do controle de tração também em curvas, oferecendo ao piloto a melhor frenagem e controle da motocicleta em todos os ângulos. O novo modelo também oferece, de série, o recurso de otimizar o uso dos freios ABS e do controle de tração nas curvas, por meio do monitoramento do ângulo de inclinação nas curvas. Isso garante à moto uma excelente estabilidade, frenagem e controle, mesmo ao lidar com as curvas mais fechadas.
 
Artigos Relacionados
Leia mais em Notícias
Comentários estão fechados

Veja também

Ônibus VW moderniza frota argentina de transporte público

Como motorização MAN D08, esses dois Volksbus têm sistema EGR de tratamento de emissões, d…