Os espectadores irão ao delírio quando recordarem que ainda havia espaço para um estepe apesar de toda aquela sutileza e minimalismo.

O BMW M1 segue como um ícone entre os superesportivos e sinônimo de performance, mesmo após mais de quatro décadas de seu lançamento, durante a 64ª edição do Paris Motor Show, em 1978. Desenvolvido pela BMW Motorsport GmbH, a produção do M1 foi encerrada em 1981 após a fabricação de 445 unidades. O coração do bólido, entretanto – o motor seis cilindros M88 – seguiu sua trajetória impulsionando outros clássicos BMW M que sucederam ao M1.

Os olhos são capazes de admirar, entre outros atributos, o design clássico do M1 – com sua forma aerodinâmica em formato de cunha – e também seu desempenho superior, nas pistas e estradas. Uma fantástica animação, agora, revela aquilo que os olhos não veem.

Deste modo, um jargão técnico como “motor longitudinal encaixado na posição central do carro”, de repente, se torna completamente lógico. À medida que a carroceria de fibra de vidro é retirada, os olhos se abrem para a engenharia por baixo dela. Os espectadores irão ao delírio quando recordarem que ainda havia espaço para um estepe apesar de toda aquela sutileza e minimalismo.

Veja a animação no Instagram oficial do BMW Group Classic:
www.instagram.com/p/CERvJQcJqjj/

Artigos Relacionados
Leia mais em Notícias
Comentários estão fechados

Veja também

Ônibus VW moderniza frota argentina de transporte público

Como motorização MAN D08, esses dois Volksbus têm sistema EGR de tratamento de emissões, d…