Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.
As dezessete marcas filiadas à Abeifa – Associação Brasileira das Empresas Importadoras e Fabricantes de Veículos Automotores, com licenciamento de 2.422 unidades, anotaram em janeiro de 2018 alta de 24,5% ante igual período de 2017, quando foram vendidas 1.945 unidades importadas, desempenho que marcou o pior janeiro dos últimos sete anos.   
No entanto, em relação a dezembro último, o resultado do mês passado é 27,1% inferior. Em dezembro de 2017 foram comercializadas 3.324 unidades contra 2.422 veículos importados em janeiro.  
“Na semana passada, o Mdic divulgou estatísticas mostrando que as importações de veículos automotores cresceram 58% em valores, quando, em unidades, nós crescemos 24,5% sobre janeiro de 2017 representando apenas 11,77% do total de veículos importados. Nota-se que, a grande maioria dos veículos importados veio por meio das próprias montadoras. Fechamos o mês de janeiro com apenas 1,3% do mercado interno”, analisa José Luiz Gandini, presidente da Abeifa – Associação Brasileira das Empresas Importadoras e Fabricantes de Veículos Automotores. “Na realidade, em janeiro deste ano, em comparação a dezembro último, nós caímos 27,1%”, complementa. 
Segundo Gandini, “agora, embora tenhamos isonomia tributária e sem cotas limitadoras, aos importadores fica muito difícil trazer carros de alto volume, os chamados carros mais populares, até porque a indústria local tem ofertas muito competitivas. Com o dólar no patamar de R$ 3,30, aos importadores fica quase impossível atuar fora de nicho de mercado”. 
Quando á implementação do Rota 2030, Gandini reafirma que “concorda com o Governo que o setor precisa ter política industrial e aguarda a publicação, lógico respeitando sempre a isonomia tributária, sem contrariar a OMC”.   
Participações – Em janeiro último, com 3.964 unidades licenciadas (importados + produção nacional), a participação das associadas à Abeifa foi de 2,26% do mercado total de autos e comerciais leves (175.554 unidades).   
Se for considerado o total de veículos importados, ou seja aqueles trazidos também pelas montadoras, as associadas à Abeifa responderam, em dezembro, por 11,77% (2.422 unidades, do total de 20.575 unidades importadas).   

Produção local – Entre as associadas à Abeifa, que também têm produção nacional, BMW, Chery, Land Rover, Mini e Suzuki fecharam o mês de janeiro com 1.542 unidades emplacadas, total que representou alta de 58,5% em relação a janeiro de 2017. Comparado a dezembro de 2017, a queda é de 20,7%, quando foram emplacadas 1.944 unidades nacionais.
Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.
Artigos Relacionados
Leia mais em Notícias
Comentários estão fechados

Veja também

Fiat renova parceria com Inhotim

Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.No mês de comemoração de 42 anos …