Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

Participação dos veículos importados da Abeifa cai de 1,7% para 1,5% do mercado interno.

As dezesseis marcas filiadas à Abeifa – Associação Brasileira das Empresas Importadoras e Fabricantes de Veículos Automotores, com licenciamento de 3.237 unidades, anotaram em abril baixa de 6,4% em relação a março último, quando foram vendidas 3.457 unidades importadas. Ante igual período de 2017, o resultado de março é 58,4% maior. Foram 3.237 unidades contra 2.044 veículos emplacados em abril do ano passado.

No acumulado, as associadas à Abeifa anotaram 11.696 unidades importadas licenciadas, alta de 43,9% em relação às 8.128 unidades emplacadas no primeiro quadrimestre de 2017.

O presidente da Abeifa, José Luiz Gandini, explica que “como havia comentado anteriormente, não ocorrerá um boom de vendas de veículos importados, mesmo com o fim do Inovar-Auto, dos 30 pontos percentuais e das cotas limitadas a 4.800 unidades/ano sem a majoração. Além de o mercado interno estar ainda em processo de recuperação, em nosso caso temos a influência direta do dólar, a essa altura com cotações recordes”.

Em relação à iminência de sair a nova política do setor automotivo, o Rota 2030, Gandini manifesta seu apoio. “É fundamental que a indústria local e os importadores tenham previsibilidade de suas ações e investimentos. Por isso, o quanto antes tivermos definição, melhor para todos, inclusive no processo de recuperação do mercado interno”, argumenta.

As cinco marcas que mais venderam, no quadrimestre, foram a Kia Motors (4.115 unidades), Volvo (1.631), Jac Motors (1.430), Lifan (959) e BMW (800). No mês de abril, as posições se alteram: Kia Motors (1.098), Volvo (536), Jac (370), BMW (260) e Lifan (240).

Participações – Em abril último, o total de 3.237 unidades importadas da Abeifa significou 1,5% do mercado interno, que emplacou 209.995 automóveis e comerciais leves. Se considerado somente a importação total, as associadas à Abeifa responderam por 12,25% (do total de 26.420 unidades importadas).

Em outro cenário, de produtos nacionais fabricados por afiliadas à entidade mais o volume importado, as 16 empresas licenciaram 5.053 unidades licenciadas em abril. Com esse total, a participação das associadas à Abeifa manteve-se no patamar 2,41% do mercado interno de autos e comerciais leves (209.995 unidades).

Produção local – Entre as associadas à Abeifa, que também têm produção nacional, BMW, Chery, Jaguar Land Rover e Suzuki fecharam o mês de abril com 1.816 unidades emplacadas, total que representou alta de 6,2% em relação a março de 2018. Comparado a abril do ano passado, a alta é de 61%, quando foram emplacadas 1.128 unidades nacionais.

 

Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.
Artigos Relacionados
Leia mais em Notícias

Veja também

Dakar 2019 acontece no Peru e terá equipe 100% brasileira

Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.Atual bicampeã do Sertões, equipe…