O mês de setembro manteve a tendência de queda nas vendas de veículos importados, já esperada pelas marcas associadas à ABEIFA. Foram emplacados 4.461 automóveis e comerciais leves, 43,4% a menos do que em setembro de 2014, quando os importadores comercializaram 7.875 unidades.
No acumulado do ano, entre janeiro e setembro, as 27 marcas associadas à ABEIFA (Associação Brasileira das Empresas Importadoras e Fabricantes de Veículos Automotores) amargam redução de 31,8% nas vendas de importados, fechando o período com 47.108 unidades emplacadas ante as 69.081 do mesmo período de 2014.
Para o presidente da entidade, Marcel Visconde, “o resultado é a repetição do que temos registrado ao longo do ano.” Para o líder setorial, esse cenário deve se manter até o fim do ano e não há, pelo menos no médio prazo, sinais de que haverá reação. “A confiança do consumidor continua decrescendo de forma acentuada e constante e o câmbio estressado a valores não previstos”, completa.
Para as associadas que iniciaram produção local, houve leve aumento nas vendas. Em agosto de 2015, foram comercializados 5.704 unidades e em setembro, 6.896. “Esse pequeno crescimento reflete apenas que o consumidor que realmente decidiu por um novo veículo, optou pelas novidades que nossas associadas recém lançaram no mercado”, afirma Visconde. Em 2015, foram emplacados 29.709 automóveis e comerciais leves produzidos no Brasil pelas marcas associadas que iniciaram produção no país.
Artigos Relacionados
Leia mais em Notícias
Comentários estão fechados

Veja também

Toyota Etios vai deixar de ser vendido no Brasil

Planta de Sorocaba segue produzindo o modelo para mercados de exportação A Toyota do Brasi…