Terceira vitória consecutiva para a equipe Audi Sport ABT Schaeffler na Cidade do México.

Pela terceira vez consecutiva, a equipe da Audi Sport ABT Schaeffler venceu o E-Prix na Cidade do México. Na frente das arquibancadas lotadas no circuito do Autódromo Hermanos Rodríguez, o piloto da Audi, Lucas di Grassi, conquistou sua nona vitória na Fórmula E com uma disputa espetacular após uma manobra de tirar o fôlego no último segundo.

A eficiência do totalmente elétrico Audi e-tron FE05 contribuiu para o triunfo no México em uma corrida emocionante e turbulenta. Enquanto seus rivais mais próximos tiveram de economizar energia na luta pela vitória durante as últimas voltas, o piloto da Audi conseguiu se manter no ataque e ultrapassar a equipe líder Mahindra, conduzido por Pascal Wehrlein, com uma impressionante manobra de ultrapassagem pouco antes da linha de chegada. Anteriormente, o brasileiro já havia tirado o segundo lugar do piloto da Nissan, Oliver Rowland.

“Essa foi provavelmente a melhor corrida da minha carreira na Fórmula E”, disse di Grassi. “Inicialmente, era preciso manter a calma e economizar energia. No final, tratava-se de conseguir as ultrapassagens, porque é extremamente difícil passar nesta pista na Cidade do México. Passei por Oliver Rowland quando ele ligou seu Modo Ataque. Depois disso, Pascal Wehrlein defendeu sua posição muito agressivamente. Ainda assim, consegui ultrapassá-lo em uma volta final louca e alcancei a vitória. Meu nível de adrenalina era extremamente alto e eu mal podia acreditar que funcionou. Obrigado a todos da Audi Sport, que trabalharam arduamente para construir um carro tão bom”.

Graças à sua primeira vitória na temporada, di Grassi sobe para a quarta posição na classificação geral de pilotos do ABB FIA Formula E Championship. A Audi Sport ABT Schaeffler defendeu seu quinto lugar na classificação de equipes após quatro das treze rodadas na série de corridas totalmente elétricas.

“Três vitórias seguidas para a Audi na Cidade do México é uma grande conquista”, disse o diretor da equipe, Allan McNish. “Foi uma corrida estressante e não sabíamos como seria até o último segundo. O Audi e-tron FE05 foi fantástico hoje – mais eficiente do que qualquer outro carro. Isso permitiu que Lucas (di Grassi) roubasse a vitória no último momento. Uma vitória dessa forma não é boa para o meu coração. Ainda assim, haverá grandes celebrações hoje à noite. A Audi Sport ABT Schaeffler está de volta!”

“Sempre vale a pena assistir às corridas da Fórmula E até o final”, disse o diretor da Audi Motorsport Dieter Gass. “Foi uma corrida incrível com um final incrível. Eu nunca presenciei tal movimento de ultrapassagem bem no final – e no México onde, entre todos os lugares, ultrapassar é quase impossível. Este é um resultado fantástico para a Audi. Obrigado a toda a equipe!”

O companheiro de Di Grassi, Daniel Abt, também fez uma forte corrida. Após um pequeno erro na classificação, o vencedor do ano passado teve de se alinhar para a corrida na última fila do grid. Ao longo das 45 voltas, o alemão lutou pelas posições na pista partindo do vigésimo primeiro lugar e levando a bandeirada em décimo lugar, terminando nos pontos pela quarta vez na temporada.

Abt estava acompanhado em sua perseguição pelos dois carros Audi e-tron FE05, posicionados pela equipe Envision Virgin Racing. Depois de um problema na classificação, Sam Bird abriu o seu caminho do vigésimo segundo lugar no início para terminar em nono lugar. Robin Frijns foi punido e largou na vigésima posição do grid após decisão em reunião dos comissários. Finalizando em décimo primeiro, o holandês perdeu por pouco 1 ponto.

A quinta rodada da temporada de Fórmula E será disputada em Hong Kong no dia 10 de março.

Artigos Relacionados
Leia mais em Notícias
Comentários estão fechados

Veja também

Onix vira nome global da Chevrolet

Objetivo é projetar em âmbito mundial expressão de sucesso alcançada regionalmente. O suce…