Carro esportivo único é o embaixador da estratégia de eletrificação da Volkswagen e da futura família de veículos de produção em série.

A Volkswagen está impulsionando a eletromobilidade em alta velocidade, tanto para veículos de produção quanto nas pistas de corrida. Após quebrar o recorde na famosa subida de montanha de Pikes Peak, nos Estados Unidos, o ID. R – o carro esportivo totalmente elétrico da Volkswagen – agora está de olho em mais um recorde, no verão europeu de 2019: a volta mais rápida para carros elétricos no circuito de Nürburgring-Nordschleife, considerado o mais difícil do mundo.

O ID. R é o embaixador esportivo de toda uma gama de veículos elétricos, que a Volkswagen planeja lançar a partir de 2020. A tarefa do ID. R em corridas é uma declaração de compromisso da Volkswagen com a eletromobilidade e destaca o enorme potencial que o E-drive pode oferecer em estradas convencionais no futuro. “Após o recorde em Pikes Peak, o próximo grande desafio para o ID. R é atingir o tempo mais rápido para carros elétricos em Nürburgring-Nordschleife”, diz o diretor da Volkswagen Motorsport, Sven Smeets. “Um recorde de volta em Nordschleife é uma grande honra para qualquer carro, seja um carro de corrida ou um carro de produção.”

Ajuste fino para o Volkswagen ID. R, para enfrentar as características únicas de Nordschleife

O ID. R, que está sendo desenvolvido para a tentativa de recorde em Nürburgring, é movido por dois motores elétricos, capazes de gerar 680 cv (500 kW) de potência, com peso inferior a 1.100 kg, incluindo o piloto. “Acima de tudo, vamos modificar a aerodinâmica do ID. R, a fim de lidar com as condições de Nordschleife, que diferem muito daquelas em Pikes Peak ”, diz François-Xavier Demaison, diretor técnico da Volkswagen Motorsport. Ao contrário de Pikes Peak, que começa a uma altitude de 2.862 metros e termina em 4.302 metros, o circuito de Nordschleife percorre a região de Eifel entre 320 e 617 metros acima do nível do mar. O icônico circuito alemão tem uma característica única, entre outros fatores, graças à longa reta Döttinger Höhe. “Como parte de nossos preparativos meticulosos para a tentativa de recorde, vamos colocar o ID. R em um intenso programa de testes e desenvolvimento em várias pistas de corrida no segundo trimestre”, acrescenta Demaison. A tentativa de recorde está planejada para o verão europeu (entre Junho e Setembro).

Romain Dumas, especialista em Nordschleife, vai pilotar para a tentativa de recorde

O multi-talentoso Romain Dumas estará ao volante novamente para a tentativa de recorde. Ele ganhou o Pikes Peak International Hill Climb com o ID. R Pikes Peak em junho de 2018, com um tempo de 7min57seg148, e tornou-se o primeiro piloto em mais de 100 anos a cumprir essa prova icônica em menos de oito minutos. O francês também tem em seu currículo quatro vitórias na corrida de 24 horas de Nürburgring.

“Só de pensar em pilotar o ID. R em Nordschleife já é o suficiente para me dar arrepios. Eu conheço a pista muito bem, mas o ID. R será um desafio completamente diferente, por ter uma aceleração extrema e enorme velocidade em curvas”, diz Dumas. “Eu mal posso esperar pelos primeiros testes. Quebrar o recorde existente para elétricos certamente não será um passeio no parque.” O recorde atual de veículos totalmente elétricos é de 6min45seg90 – a uma velocidade média de quase 185 km/h – e foi estabelecido em 2017 pelo britânico Peter Dumbreck em um NIO EP9.

Ex-piloto e campeão de Fórmula 1, Jackie Stewart criou o termo “Green Hell”

Uma pista comparativamente estreita, com 20.832 metros de extensão, nada menos que 75 curvas e subidas e descidas pelas florestas Eifel – Nordschleife, inaugurado em 1927, é único e continua a servir como uma excelente pista de testes para a indústria automobilística. O ex-piloto e campeão mundial de Fórmula 1, Jackie Stewart, uma vez respeitosamente chamou o circuito de “Green Hell” (Inferno Verde). Apesar do icônico circuito estar sujeito a repetidas modificações, ele não recebe a Fórmula 1 desde 1978. Atualmente, Nordschleife – juntamente com o moderno circuito Grand Prix – é conhecido principalmente como o palco da famosa corrida de 24 horas. A FIA World Touring Car Cup (WTCR), um campeonato global de carros de turismo, também visita a pista nas montanhas Eifel. A Volkswagen está representada em ambas as categorias com o Golf GTI TCR.

Artigos Relacionados
Leia mais em Notícias
Comentários estão fechados

Veja também

Público poderá acompanhar as 24 Horas de Le Mans ao vivo do cockpit dos Ford GTs

Os quatro Ford Gts da equipe Ford Chio Ganassi em Le Mans: retorno ao circuito onde a marc…