VW Constellation 31.280 8×4 tem eixo dianteiro estampado com bitola de 3 metros e pneus de alta flutuação que minimizam qualquer dano à lavoura e aumentam a produtividade

A VW Caminhões e Ônibus dá mais um passo adiante na oferta de alta tecnologia ao campo: apresenta seu primeiro protótipo de supercaminhão canavieiro na Agrishow, uma das maiores feiras agrícolas do mundo. O Constellation 31.280 8×4 estreia para potencializar a produtividade nas lavouras.

O supercaminhão tem dimensões e especificação técnica para conferir robustez a toda prova: ele tem eixos dianteiros tubulares de capacidade de nada menos do que 8 toneladas e bitola de 3 metros, intercambiáveis à suspensão original, desenvolvidos pela Suspensys. O prolongamento lateral do chassi foi realizado através de uma estrutura rígida facilmente acoplada a ele. O eixo traseiro tem redução no cubo, ampliando a robustez.

Esta inovação no prolongamento permitiu o deslocamento da suspensão e freios, proporcionando maior estabilidade lateral do veículo em terrenos inclinados, otimizando a distribuição das cargas e assim minimizando os esforços sobre os eixos. Graças à tração 8×4, o veículo traz alta capacidade de carga e mais estabilidade.

Por fora, o protótipo traz ainda pneus de alta flutuação Mitas, que minimizam qualquer dano à lavoura, aumentam a tração e desempenho na operação. Ele é implementado com aplicador de vinhaça em alto volume, de 22,5 mil litros, da Nonino.

A novidade conta ainda com transmissão automática Allison, mais robusta para aplicação off-road, o que confere maior disponibilidade e elimina uso da embreagem. Assim, a operação ocorre sem trancos ou solavancos, com menor custo operacional, maior segurança e conforto ao motorista na condução. Ela combina-se à caixa de direção hidráulica Knorr-Bremse com assistência eletrônica de última geração e sistema de auxílio de partida em rampa, que aumenta a segurança na operação.

Outra vantagem é o motor MAN D08 de 6,9 litros, seis cilindros e potência de 277 cavalos, 1.050 Nm de torque e tecnologia EGR (Recirculação de Gases de Escape), que dispensa o Arla 32. A tomada de força de série é um diferencial, pois pode ser utilizada com o veículo em movimento.

A engenharia da Volkswagen Caminhões e Ônibus projetou as modificações necessárias junto com o BMB, seu centro exclusivo de modificações, que deu suporte e instalou também o consagrado kit Canavieiro sob medida, já conhecido e aprovado pelos clientes. Ele traz com diversos itens que adaptam o caminhão à operação no segmento sucroalcooleiro. Como grade de proteção frontal “quebra mato”; escapamento vertical, pré-filtro agrícola, proteção inferior do radiador “peito de aço”; protetor de alternador contra palha; protetor térmico das tubulações do sistema pneumático (freio) e chicote elétrico, tomada de força, entre outros.

VW Caminhões e Ônibus na Agrishow

A Agrishow ocorre de 29 de abril a 3 de maio, em Ribeirão Preto (SP) e a VW Caminhões e Ônibus marcará presença na feira com o supercaminhão VW Constellation 31.280 8×4, além do irmão menor, o Constellation 31.280 6×4 com transmissão automática que já faz sucesso nos canaviais Brasil afora.

Outra novidade é o VW Constellation 15.190 4×4 que acaba de chegar ao mercado brasileiro. Com força para rodar em qualquer terreno e capacidade de vencer subidas extremas, ultrapassa qualquer barreira no fora de estrada, tem peso bruto total combinado de 27 toneladas e entrega 186 cavalos de potência com motor MAN D08 de quatro cilindros e reduzido peso, ideal para esse tipo de aplicação. Além disso, não requer abastecimento de Arla 32, o que simplifica sua logística em locais sem infraestrutura de abastecimento e diminui os custos operacionais.

O VW Delivery Express, líder de vendas no segmento de 3,0 a 3,5 toneladas no acumulado do primeiro trimestre, também mostra sua vocação no campo na Agrishow, oferecendo agilidade em manobras e, ao mesmo tempo, robustez a toda prova, característica reconhecida na marca, com a vantagem de poder ser conduzido por motoristas com carteira de habilitação B, além de trafegar em áreas onde a circulação de caminhões é restrita.

Nos trechos intermunicipais o Delivery Express poderá ser também um grande aliado do operador: o rodado simples na traseira traz o benefício da cobrança de pedágio no valor de um automóvel. Para agilizar sua entrada em operação, o Delivery Express pode sair com implemento de fábrica. O cliente pode escolher entre carga seca ou baú, com todas as garantias desses equipamentos preservadas por seu fabricante, a Randon.

Artigos Relacionados
Leia mais em Notícias
Comentários estão fechados

Veja também

FCA inicia produção de máscaras cirúrgicas na fábrica de Betim

Instalada em tempo recorde, linha produz 1,5 milhão de unidades por mês; Parte da produção…