Para fabricar o SUV, a unidade foi ampliada e modernizada, com foco na aplicação de inovações da Indústria 4.0.

Referência em modernidade, eficiência e sustentabilidade nos processos produtivos, a fábrica da Volkswagen em São José dos Pinhais, no Paraná, completa 20 anos de atividades e acelera a produção do SUV T-Cross, que vai revolucionar o segmento no Brasil. O evento de comemoração do aniversário da unidade, realizado na última terça-feira, 19/2, contou com a presença do governador do Paraná, Carlos Massa Ratinho Junior, de Pablo Di Si, Presidente e CEO da Volkswagen América Latina, entre outras autoridades, concessionários, fornecedores, empregados e outros parceiros da Volkswagen.

“Estamos com uma grande expectativa para a chegada do T-Cross ao mercado, recebendo avaliações muito positivas. O T-Cross será enviado para outros continentes. O mercado de SUVs é o que mais cresce no País, com aumento de 22,1% em todo o ano de 2018, enquanto outros segmentos evoluíram 10,6%, no mesmo período”, explicou Pablo Di Si.

Com investimentos da ordem de R$ 2 bilhões, o T-Cross é o primeiro SUV produzido pela Volkswagen no Brasil e chega ao mercado nacional em abril. Para fabricar o T-Cross a unidade paranaense ganhou uma nova área de Armação, com 5.500m² de área construída e equipamentos de última geração, que permitirão maior flexibilidade na produção do novo modelo. O investimento também abrange a completa modernização em todas as áreas com foco na aplicação de inovações da Indústria 4.0, que cria processos inteligentes e flexíveis, tendo a produtividade como um dos principais resultados.

A Estamparia, onde as chapas de aço são moldadas, recebeu 158 novas ferramentas. Na Armação foram instalados 239 robôs, mais rápidos, precisos e eficientes, assim como equipamentos de solda a laser, que fazem a união das peças por meio de um feixe de luz. A Pintura foi reprogramada e customizada para receber as novas cores que acompanharão o modelo, além de um equipamento de aplicação de cera nas cavidades, garantindo uma proteção extra contra corrosão.

A Montagem Final recebeu modificações para atender a Estratégia Modular MQB no Fahrwerk – onde é feita a união da parte motriz do veículo (motor, transmissão e suspensão) com a carroceria. A unidade também recebeu o seu primeiro robô colaborativo, que auxilia a montagem do eixo traseiro do modelo, ao lado de um operador. Altamente tecnológico e seguro, o robô conta com sistemas que paralisam a operação ao menor sinal de resistência, evitando acidentes.

Além disso, a fábrica também investiu na qualificação de seus empregados. Para receber o T-Cross, foram ministradas mais de 40 mil horas de treinamento.

Com a grande expectativa para a chegada do T-Cross, a Volkswagen também retomará o segundo turno de produção na unidade. A partir de abril, 500 empregados em layoff (suspensão temporária de contratos de trabalho) retornarão às atividades, acelerando a produção do SUV.

Ofensiva de SUVs

O T-Cross faz parte dos cinco SUVs completamente novos que a Volkswagen lançará no Brasil até 2020. O primeiro deles foi o Tiguan Allspace, que já é o segundo SUV premium mais vendido do País, com mais de 1.000 unidades vendidas mensalmente. O segundo será o T-Cross e o terceiro SUV dessa estratégia será o Tarek, a ser produzido na fábrica de General Pacheco, na Argentina, fruto de investimentos de US$ 650 milhões naquele país.

Atualmente, os SUVs representam 23,3% do mercado total de automóveis de passeio no Brasil. Considerando o mercado de carros e comerciais leves, estima-se que em quatro anos, de dez unidades vendidas no Brasil, no mínimo três serão SUVs.

São José dos Pinhais, a fábrica mais moderna da Volkswagen no Brasil

A fábrica de São José dos Pinhais, no Paraná, foi inaugurada em 18 de janeiro de 1999. É uma das mais modernas fábricas do Grupo Volkswagen.

Desde a sua inauguração, já produziu mais de 2,6 milhões de veículos e atualmente emprega cerca de 2.600 pessoas, produzindo os modelos T-Cross, Fox, Golf, Audi Q3 e Audi A3 Sedan.

Fatos marcantes

1999: Inauguração
2003: Lançamento do Fox
2005: Lançamento do CrossFox
2011: 500 mil Golf e produção do SpaceFox
2012: Fox BlueMotion e 2 milhões de veículos produzidos
2013: Anúncio do investimento de R$ 520 milhões para a produção do Novo Golf e a chegada da plataforma MQB na unidade
2015: Produção do Audi A3 Sedan
2016: Produção do Novo Golf e Audi Q3
2017: Início da produção do Fox Connect e Fox Xtreme
2018: Anúncio do investimento de R$ 2 bilhões para o desenvolvimento e a produção do SUV T-Cross e o marco de 2,6 milhões de veículos produzidos desde 1999
2019: 20 anos da unidade, com início da produção do T-Cross

Artigos Relacionados
Leia mais em Notícias
Comentários estão fechados

Veja também

Presépio colaborativo da Casa Fiat de Cultura faz homenagem às famílias

Com peças confeccionadas em Kraft e papelão, curador Leo Piló retrata cenas da Sagrada Fam…