Motores exportados equipam Novo Jetta no México, atendendo à demanda do mercado Norte Americano.

A fábrica de motores da Volkswagen do Brasil em São Carlos (SP) acaba de celebrar a produção de 100 mil motores 1.4l TSI para exportação. O marco ocorre no mês em que a unidade comemora 22 anos de operações e a produção total de 11 milhões de propulsores desde sua inauguração, em 1996.

O contrato de exportação com a fábrica de Puebla, no México, se estende até 2020 e contempla mais de 300 mil unidades de motores EA211 1.4l TSI para equiparem modelos como o Novo Jetta, para serem enviados ao mercado Norte Americano. Para atender o aumento da demanda produtiva, a unidade de São Carlos contratou 250 novos profissionais em 2018.
“A qualidade e tecnologia dos nossos motores atende a mercados extremamente criteriosos pelo mundo. Já exportamos motores completos, blocos e virabrequins. São Carlos tem cada vez mais se transformado em uma base produtiva não só para a América do Sul, como também a América do Norte e Europa”, destaca Pablo Di Si, Presidente e CEO da Volkswagen América Latina.

Mercado interno em crescimento

De janeiro a setembro, a Volkswagen do Brasil registrou crescimento de 33,5% em suas vendas na comparação ao mesmo período do ano passado, mais do que o dobro da indústria automotiva, que cresceu 13% nos emplacamentos de automóveis e comerciais leves.

Apenas em setembro, a Volkswagen registrou crescimento de 35,4% nas vendas em relação ao mesmo mês do ano passado, mais de seis vezes a mais do que o mercado, que cresceu 5,8% no mesmo período. É o melhor mês de setembro para a Volkswagen em quatro anos.

A Volkswagen é a marca que mais ganha em participação de mercado em 2018. Foram 2 pontos percentuais a mais, para 15% de market share no acumulado de 2018.

Blocos e Virabrequins também para outros países

Nos últimos anos, a fábrica de São Carlos tem se tornado uma importante produtora de componentes para exportação.

Em 2015, a unidade foi selecionada dentre todas as operações da Marca no mundo para exportar blocos de motores 1.0l da família EA211 para a produção de propulsores que equipam os modelos Polo e up! na Europa, a partir da fábrica de Chemnitz, na Alemanha.

A fábrica também conquistou outro recente contrato para o mercado externo: a exportação de 5 mil unidades de virabrequins, uma das peças vitais do motor, na versão 1.0l TSI, também para Chemnitz.

As linhas de usinagem e montagem EA211 receberam evoluções para produzir o motor 1.4 TSI exportação, visando atender o processo produtivo que envolve este modelo, por possuir uma calibração diferenciada, dadas às diferentes normas, temperaturas e combustível de outros mercados, como o dos Estados Unidos.

A unidade de São Carlos é responsável pela produção dos propulsores da família EA211 nas versões 1.0l MPI, 1.0l TSI, 1.4l TSI e 1.6l MSI, que equipam os modelos Novo Polo, Virtus, up!, cross up!, Golf, Gol, Voyage, Saveiro Cross. Em São Carlos, também é fabricado o consagrado EA111 1.6l, presente nos modelos Gol, Fox, Voyage, SpaceFox e Saveiro. Para o mercado brasileiro, 100% dos produtos recebem a tecnologia bicombustível Total Flex. Para o mercado externo são produzidos motores a gasolina.

Artigos Relacionados
Leia mais em Notícias
Comentários estão fechados

Veja também

Audi economiza até 500 mil metros cúbicos de água limpa por ano

Novo centro de abastecimento de água já está em operação. A Audi atingiu outro marco no ca…