Home Notícias Volkswagen cresce na América Latina em 2020

Volkswagen cresce na América Latina em 2020

Comentários desativados em Volkswagen cresce na América Latina em 2020

A marca VW em 2020 atingiu 4,37% do market share da região da América Latina, que inclui mais de 30 países da América do Sul, América Central e Caribe (exceto Brasil, Argentina e México).

Em um ano marcado pela pandemia do coronavírus, com consequências importantes para a economia mundial, a Volkswagen cresceu na região da LAM, ocupando 4,37% do market share (+0,37 pp vs 2019).

Dentro da região, a marca alemã teve desempenhos importantes, como a liderança de market share no Uruguai com 15,17% e 17,1% em Curaçao. E, num mercado tão competitivo como a América Latina, a pick-up Amarok conseguiu aumentar a sua participação de mercado, atingindo 4% do montante (+0,3 pp vs 2019), o seu maior desempenho até à data. Ao olhar apenas para o Brasil, a VW foi líder no segmento SUV com o VW T Cross e vendeu mais de 16 mil unidades do VW Nivus, encerrando o ano com 16,8% de market share no País. Foi também a empresa que mais ganhou participação de mercado desde 2016, com cinco pontos percentuais.

Por outro lado, 2020 foi um ano de intenso trabalho para a Volkswagen, que vem passando por uma das mudanças culturais mais importantes de sua história. Nesse contexto, a companhia reforça a cada dia a imagem de uma empresa mais ágil, digital, eficiente, humana e voltada ao cliente. Foram realizados lançamentos bem-sucedidos no Paraguai e no Uruguai do VW Nivus, o novo membro da ofensiva do SUV, enquanto na Bolívia, o VW T Cross foi apresentado.

Como parte da estratégia de digitalização desenvolvida pela Volkswagen, foram lançados os e-commerces do Brasil, Peru e do Chile, enquanto nos 19 países que compõem a região foram implementados sites de nova geração.

Em recente conferência anual, o presidente do Conselho de Administração do Grupo Volkswagen, Herbert Diess, declarou sobre a região (que engloba todos os mercados aqui citados, com exceção do México): “Na América do Sul, nossas equipes estão obtendo uma história de recuperação impressionante. Em 2020, aumentamos nossa participação de mercado para um novo recorde de mais de 14%. E, pela primeira vez em muitos anos, temos a expectativa de que a região seja lucrativa em 2021. Com o Nivus, a Volkswagen pela primeira vez venderá na Europa um carro desenvolvido na América Latina”.

Hoje, a Volkswagen conta com uma rede de 27 importadores distribuídos em mais de 30 países da América do Sul, América Central e Caribe (exceto Brasil, Argentina e México), complementados por 168 pontos de venda e pós-venda.

Dessa forma, a Volkswagen encerra mais um ano de crescimento e renova seu compromisso com a região, bem como sua vocação para manter e consolidar sua forte presença nos países que a compõem. Tudo isso a partir de mais investimentos, uma rede de importadores profissionais, lançamentos e novidades, com inovação e tecnologia, para alcançar a mais alta qualidade de seus produtos, em vendas e satisfação do cliente.

Artigos Relacionados
Leia mais em Notícias
Comentários estão fechados

Veja também

Novo Nissan GT-R NISMO é revelado no Japão

Com mais fibra de carbono, carroceria exibe nova pintura exclusiva, inspirada nos circuito…