A Volkswagen do Brasil, seguindo seu objetivo global de ser a fabricante de veículos mais sustentável do mundo, intensifica ações ambientalmente corretas em suas fábricas, ao mesmo tempo em que incentiva os colaboradores a serem sustentáveis no trabalho e em casa. Para engajá-los, a empresa utiliza seus canais de comunicação interna, disseminando a campanha “Think Blue. Factory. + House.”, que atualmente divulga reportagens sobre a necessidade de economizar energia elétrica, reconhecendo também ações realizadas nas fábricas e iniciativas dos colaboradores em suas residências. A campanha, que é promovida junto ao público interno desde abril, já abordou economia de água e prevê outros temas, como reciclagem de resíduos.
 
A campanha “Think Blue. Factory. + House.” é inspirada no conceito global “Think Blue.”, da Volkswagen, que estimula a criação de soluções e veículos ecologicamente corretos, tornando a mobilidade mais eficiente, sustentável e acessível, além de incentivar a conscientização da sociedade. Parte do conceito “Think Blue.”, o “Think Blue. Factory.” é aplicado ao processo produtivo e estabelece uma meta: até 2018, todas as fábricas da Volkswagen no mundo terão de reduzir em 25% o consumo de água e energias, a geração de resíduos, as emissões de CO2 e de solventes, em comparação com 2010. Com a nova campanha “Think Blue. Factory. + House.”, a Volkswagen do Brasil também leva o incentivo à sustentabilidade para o dia a dia dos colaboradores.
“A Volkswagen do Brasil reconhece que é fundamental conscientizar seus colaboradores, para que eles pensem e ajam de maneira sustentável sempre. No trabalho, o engajamento dos times tem resultado em ideias criativas e mudanças de atitude que já proporcionaram economia considerável de recursos, entre os quais energia elétrica. Mas também queremos que eles levem essa atitude sustentável para casa, influenciando a sociedade e contribuindo com o planeta”, afirma o diretor de Engenharia de Manufatura da Volkswagen do Brasil, Celso Placeres.
 
Diversas ações de economia de energia realizadas nas fábricas têm inspirado os colaboradores em casa. Exemplo é o preparador de carrocerias Fabiano Pereira Ribeiro, da unidade de São José dos Pinhais (PR), que é síndico do prédio onde mora. Ele promoveu mudanças que fizeram o valor da conta de luz do prédio cair pela metade: substituiu lâmpadas convencionais por led e implantou desligamento automático das luzes da garagem. A iluminação natural foi privilegiada e as paredes receberam cores claras. Ainda instalou sensores próximos às janelas: a luz só acende quando esses aparelhos detectam presença de alguém no escuro, entre outras ações. “Algumas iniciativas são com base em ações que desenvolvemos na fábrica”, afirmou Ribeiro.
Outro exemplo é o analista da Qualidade da fábrica de Taubaté (SP) Silas da Silva, que reduziu em 105 kWh a conta de energia elétrica de sua casa, economizando cerca de R$ 70/mês. “Algumas ações foram inspiradas em iniciativas de economia de energia que temos na fábrica”, afirma Silva, que instalou sensor de presença de funcionamento noturno no quintal e na garagem; trocou lâmpadas incandescentes por econômicas. Além disso, a família adotou novo comportamento: acumula roupas para lavar duas vezes na semana; usa apenas uma ou duas lâmpadas em lustres que pedem até cinco; passa aspirador de pó apenas dois dias na semana, e varre nos outros; passa roupa uma vez na semana; compra roupas de tecidos que não amassam; estende camisas em cabide, minimizando a necessidade de usar o ferro; trocou cafeteira pelo coador de café, entre outras ações.
Anchieta economiza 3 milhões de kWh/ano com conscientização e novas ações em horários não produtivos
A fábrica Anchieta, em São Bernardo do Campo (SP), economiza 3 milhões de kWh por ano com um conjunto de ações que envolve a redução de insumos, como ar comprimido e água quente, nas máquinas em horários não produtivos; assim como o desligamento de alguns equipamentos. Também são feitas rondas antidesperdício, para verificar possíveis luzes acesas e equipamentos ligados sem necessidade; os colaboradores também são conscientizados sobre o uso da energia elétrica e outros recursos.
Alta tecnologia na Armação economiza 30% de energia elétrica
 
A alta tecnologia de solda das áreas de Armação das fábricas da Volkswagen do Brasil permite economizar 30% de energia elétrica por conta da utilização de robôs mais leves e eficientes, em comparação com o processo anterior. Nas áreas onde só trabalham robôs, a iluminação é reduzida. Na Anchieta, por exemplo, o desligamento automático de lâmpadas nas ilhas robotizadas gerou economia de 18.000 kWh/ano.
Na fábrica de São José dos Pinhais, houve redução de 50% no número de lâmpadas acesas nas ilhas automáticas da linha do Fox onde só trabalham robôs; além disso, em algumas linhas da Armação e da Montagem Final foram instaladas luminárias dimerizadas, que podem ter sua intensidade de luz ajustada de acordo com a necessidade, privilegiando o uso de luz natural.
O aproveitamento da iluminação natural, por sinal, é uma prática comum em diversas áreas produtivas das fábricas da Volkswagen do Brasil. Para tornar isso possível, diversos espaços receberam telhas translúcidas.
Artigos Relacionados
Leia mais em Notícias
Comentários estão fechados

Veja também

Programa de estágio da Hyundai tem vagas para São Paulo e Piracicaba

Prazo para se candidatar às vagas vai até 30 de novembro A Hyundai Motor Brasil está com i…