A Volkswagen do Brasil aumentou em 23% as exportações nos dez meses do ano em relação ao mesmo período do ano passado, totalizando 95.090 unidades enviadas para mais de 10 mercados. O principal mercado continua sendo a Argentina, para onde foram enviadas 53.728 unidades e o modelo mais exportado da marca é o Gol, com 43.300 unidades no período. Além do up! e do Gol, a Volkswagen do Brasil também exporta os modelos: Voyage, Saveiro (cabine simples, cabine estendida e cabine dupla), Fox e CrossFox.
A marca também iniciou a exportação do modelo up!, para o México esta semana. O modelo, produzido desde o ano passado na fábrica de Taubaté, já totaliza cerca de 20 mil unidades exportadas para Argentina e Uruguai.
 
“A exportação também é um compromisso da empresa com o País. É uma estratégia que atesta a qualidade mundial dos veículos produzidos no Brasil e torna a marca ainda mais competitiva. Investir nas exportações é investir no equilíbrio e sustentabilidade econômica a longo prazo, mesmo quando há grandes desafios no mercado interno”, destaca o presidente da Volkswagen do Brasil, David Powels.
Atualmente, a Volkswagen do Brasil tem a América Latina como seu principal mercado de exportações, sendo que Argentina e México são os maiores clientes. Segundo levantamento do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC), a Volkswagen do Brasil é a maior exportadora do setor e a 25ª maior empresa exportadora do País considerando todos os setores nos dez meses do ano, totalizando US$ 1.081.527.608,00.
A Volkswagen do Brasil, maior fabricante histórica de veículos do País é líder em exportações no setor automobilístico. Ao longo dos seus 45 anos de exportação desde o primeiro embarque de veículos da marca, quando foram exportadas 13 unidades dos modelos Kombi e Variant, com destino ao México e países da América do Sul (1970) até os dias de hoje, a Volkswagen do Brasil já totaliza exportações de  mais de 3,3 milhões de unidades montadas (automóveis e comerciais leves – sem contabilizar CKD) exportadas para 147 países nos cinco continentes.
México
As primeiras 1.176 unidades já estão chegando ao mercado mexicano agora em novembro nas versões take up!, move up!, high up! e cross up!. Ainda este ano, o up! será exportado para outros mercados da América Latina e Central.
 
O up! exportado para o México tem algumas diferenças técnicas para a atender à legislação local, como a calibração do motor, que naquele País será movido somente a gasolina, diferente do Brasil onde o modelo é equipado com o motor Total Flex.
Artigos Relacionados
Leia mais em Notícias
Comentários estão fechados

Veja também

Presépio colaborativo da Casa Fiat de Cultura faz homenagem às famílias

Com peças confeccionadas em Kraft e papelão, curador Leo Piló retrata cenas da Sagrada Fam…