Home Notícias Volvo não usará couro de origem animal no interior de veículos totalmente elétricos

Volvo não usará couro de origem animal no interior de veículos totalmente elétricos

Comentários desativados em Volvo não usará couro de origem animal no interior de veículos totalmente elétricos

Posicionamento reforça valor de sustentabilidade da marca; meta é que até 2030 todos os veículos sejam elétricos

A Volvo dá mais um passo no caminho da sustentabilidade. Desta vez tomando uma posição ética para o bem-estar animal garantindo que todos seus novos veículos totalmente elétricos sejam completamente livres de couro de origem animal.

Para cumprir com a ambição sustentável da empresa, a Volvo Cars tem trabalhado ativamente para encontrar fontes sustentáveis e de alta qualidade para muitos materiais atualmente usados na indústria automobilística.

Até 2025, a empresa pretende que 25% do material utilizado em novos carros Volvo sejam compostos por conteúdos reciclados e naturais, pois pretende se tornar uma marca totalmente circular até 2040. Como parte dos planos de ação climática, também pretende que todos os seus fornecedores imediatos, incluindo fornecedores de materiais, usem 100% de energia renovável até 2025.

O movimento da empresa em direção a interiores livres de couro também é impulsionado pela preocupação com os impactos ambientais negativos da pecuária, incluindo o desmatamento. Estima-se que a pecuária seja responsável por cerca de 14% das emissões globais de gases de efeito estufa provenientes da atividade humana.


Novas alternativas

Em vez de opções de interior de couro, a Volvo Cars oferecerá aos seus clientes alternativas, com materiais sustentáveis de alta qualidade feitos a partir de fontes naturais e recicladas.

Por exemplo, o Nordico, um novo material interior criado pela Volvo Cars. Ele consistirá em têxteis feitos de material reciclado, como garrafas PET, material de florestas sustentáveis na Suécia e Finlândia, e rolhas recicladas da indústria vinícola – estabelecendo um novo padrão para design de interiores premium. Este material fará sua estreia na próxima geração de modelos Volvo.

A Volvo também continuará a oferecer opções de mistura de lã de fornecedores certificados como origem responsável, à medida que a empresa procura garantir rastreabilidade total e bem-estar animal em sua cadeia de suprimentos de lã.

A Volvo também busca reduzir o uso de produtos residuais da pecuária comumente utilizados dentro ou na produção de plásticos, borracha, lubrificantes e adesivos, seja como parte do material ou como um processo químico na produção ou tratamento do mesmo.

A empresa dá esse passo porque acredita que, embora não utilizar couro seja um passo na direção certa, apenas isso não torna o interior do carro vegano.

Ao tentar substituir ativamente esses materiais o máximo possível, a Volvo Cars toma uma posição forte e ética afim de ajudar a parar os danos aos animais, contribuindo para uma demanda reduzida por esses materiais que contenham produtos de origem animal.

Artigos Relacionados
Leia mais em Notícias
Comentários estão fechados

Veja também

Fiat Pulse tem 4 mil unidades reservadas em 48 horas

Mediante sinal de R$ 3 mil, cliente pode iniciar a compra do primeiro SUV da Fiat O lançam…