A Volkswagen apresenta o Novo Jetta, redesenhado e com a engenharia avançada. Os designers criaram um novo visual para a dianteira e para a traseira do Jetta (opcionalmente com faróis de xenônio e lanternas traseiras em LEDs). Os designers de interior deram ao novo modelo uma aparência ainda mais sofisticada e confortável, novo volante e detalhes de decoração. Por tudo isso, este é o melhor Jetta de todos os tempos.
 
Com relação ao trem de força, o Jetta Highline é equipado com motor 2.0 TSI de 211 cv e transmissão automática DSG com dupla embreagem e seis marchas. Entre as características que tornaram o Jetta um dos carros mais admirados e desejados, sempre se destacou seu comportamento dinâmico. O Novo Jetta mantém essa tradição e chega com um conjunto mecânico alinhado com o que existe de mais moderno no mundo.
 
\"\"
 
A nova geração do motor 2.0L TSI, da família EA888, que desenvolve 211 cv a 5.500 rpm, utiliza, sistema de injeção direta de combustível, turbocompressor e possui quatro válvulas por cilindro, com comando de válvulas variável, gerando uma curva de torque plana a partir de baixas rotações. Ele é uma referência do conceito de downsizing: alta performance com baixo consumo de combustível.
 
Soma-se a isso o fato de o motor 2.0 TSI estar associado à transmissão automática DSG com dupla embreagem e seis velocidades, que executa trocas de marchas com muita rapidez e suavidade, sem interrupção de torque. A transmissão também pode ser acionada manualmente por meio da alavanca posicionada no console ou pelas borboletas (shift paddles) posicionadas junto ao volante.
 
A Volkswagen reestilizou a dianteira e a traseira do Jetta, melhorando seu desempenho aerodinâmico. A novidade pode ser identificada imediatamente pela nova dianteira, com a grade do radiador redesenhada, atravessada por três barbatanas, faróis opcionais bixenônio com iluminação de curvas, indicadores direcionais e luzes de condução diurna de LEDs, além de um novo para-choque.
 
Os faróis bixenônio têm design especialmente diferenciado. As luzes de condução diurna são formadas por 15 LEDs, ao lado e abaixo do módulo de xenônio. Elas criam uma assinatura luminosa inconfundível de dia ou à noite. Um elemento cromado entre as luzes de condução diurna de LEDs e o módulo de xenônio destaca ainda mais os faróis. A nova faixa visual formada pela grade do radiador e os faróis, assim como a entrada de ar aumentada, dão ao Jetta uma aparência mais imponente e exclusiva.
 
\"\"
 
Assim como a dianteira, a parte de trás do carro também foi modificada pelos designers. Desse ângulo, a tampa do porta-malas, os logos e o para-choque identificam o Novo Jetta. Uma característica típica do DNA de design da Volkswagen é a orientação inconfundível das linhas traseiras. A tampa do porta-malas tem uma borda aerodinâmica.
 
A atualização do Novo Jetta Highline é evidenciada pelo novo conjunto de instrumentos, com aparência circular, um mostrador central colorido multifuncional, uma nova geração de volante, novos detalhes no console central, acabamento em preto brilhante ao redor da alavanca do câmbio, novos frisos cromados ao redor dos controles do sistema Climatronic, novos controles das saídas de ar e iluminação ambiente (maçanetas e assoalho dianteiro).
 
O porta-malas pode ser aberto remotamente, de dentro do carro. O Novo Jetta Highline conta de série com seis airbags (dois airbags frontais, dois laterais na frente e dois airbags para tórax e cabeça próximo ao topo das janelas laterais, que proporcionam proteção ainda maior contra a ejeção do carro em caso de capotagem).
 
\"\"
Artigos Relacionados
Leia mais em Notícias
Comentários estão fechados

 

 
A Volkswagen apresenta o Novo Jetta, redesenhado e com a engenharia avançada. Os designers criaram um novo visual para a dianteira e para a traseira do Jetta (opcionalmente com faróis de xenônio e lanternas traseiras em LEDs). Os designers de interior deram ao novo modelo uma aparência ainda mais sofisticada e confortável, novo volante e detalhes de decoração. Por tudo isso, este é o melhor Jetta de todos os tempos.
 
Com relação ao trem de força, o Jetta Highline é equipado com motor 2.0 TSI de 211 cv e transmissão automática DSG com dupla embreagem e seis marchas. Entre as características que tornaram o Jetta um dos carros mais admirados e desejados, sempre se destacou seu comportamento dinâmico. O Novo Jetta mantém essa tradição e chega com um conjunto mecânico alinhado com o que existe de mais moderno no mundo.
 
\"\"
 
A nova geração do motor 2.0L TSI, da família EA888, que desenvolve 211 cv a 5.500 rpm, utiliza, sistema de injeção direta de combustível, turbocompressor e possui quatro válvulas por cilindro, com comando de válvulas variável, gerando uma curva de torque plana a partir de baixas rotações. Ele é uma referência do conceito de downsizing: alta performance com baixo consumo de combustível.
 
Soma-se a isso o fato de o motor 2.0 TSI estar associado à transmissão automática DSG com dupla embreagem e seis velocidades, que executa trocas de marchas com muita rapidez e suavidade, sem interrupção de torque. A transmissão também pode ser acionada manualmente por meio da alavanca posicionada no console ou pelas borboletas (shift paddles) posicionadas junto ao volante.
 
A Volkswagen reestilizou a dianteira e a traseira do Jetta, melhorando seu desempenho aerodinâmico. A novidade pode ser identificada imediatamente pela nova dianteira, com a grade do radiador redesenhada, atravessada por três barbatanas, faróis opcionais bixenônio com iluminação de curvas, indicadores direcionais e luzes de condução diurna de LEDs, além de um novo para-choque.
 
Os faróis bixenônio têm design especialmente diferenciado. As luzes de condução diurna são formadas por 15 LEDs, ao lado e abaixo do módulo de xenônio. Elas criam uma assinatura luminosa inconfundível de dia ou à noite. Um elemento cromado entre as luzes de condução diurna de LEDs e o módulo de xenônio destaca ainda mais os faróis. A nova faixa visual formada pela grade do radiador e os faróis, assim como a entrada de ar aumentada, dão ao Jetta uma aparência mais imponente e exclusiva.
 
\"\"
 
Assim como a dianteira, a parte de trás do carro também foi modificada pelos designers. Desse ângulo, a tampa do porta-malas, os logos e o para-choque identificam o Novo Jetta. Uma característica típica do DNA de design da Volkswagen é a orientação inconfundível das linhas traseiras. A tampa do porta-malas tem uma borda aerodinâmica.
 
A atualização do Novo Jetta Highline é evidenciada pelo novo conjunto de instrumentos, com aparência circular, um mostrador central colorido multifuncional, uma nova geração de volante, novos detalhes no console central, acabamento em preto brilhante ao redor da alavanca do câmbio, novos frisos cromados ao redor dos controles do sistema Climatronic, novos controles das saídas de ar e iluminação ambiente (maçanetas e assoalho dianteiro).
 
O porta-malas pode ser aberto remotamente, de dentro do carro. O Novo Jetta Highline conta de série com seis airbags (dois airbags frontais, dois laterais na frente e dois airbags para tórax e cabeça próximo ao topo das janelas laterais, que proporcionam proteção ainda maior contra a ejeção do carro em caso de capotagem).
 
\"\"
Artigos Relacionados
Leia mais em Notícias
Comentários estão fechados

Veja também

Rompimento da coifa compromete a vida útil da junta homocinética

Rasgos e furos na coifa protetora provocam entrada de resíduos na junta homocinética Peça …