A Volkswagen do Brasil acaba de implementar o investimento de R$ 300 milhões na área de armação de carroceria da Saveiro na fábrica Anchieta. A primeira fase do investimento foi anunciada em 2013, no valor de R$ 250 milhões, para a produção da Nova Saveiro nas versões cabine simples e estendida. Agora, a segunda fase também está concluída, totalizando R$ 50 milhões adicionais na linha da Armação para a chegada da Saveiro Cabine Dupla.
 
Esse investimento proporcionou a aquisição de 17 novos robôs de nova geração, acrescentados ao processo. Com isso a linha da Armação da Saveiro conta hoje com um total de 168 desses robôs, com aumento considerável de desempenho já que são 10% mais rápidos e 15% mais leves do que os da geração anterior. Também sistemas de solda que garantem eficiência de 99,9%, sistemas on-line de medição a laser, o que configura esta linha de produção como a mais moderna, automatizada e precisa do País para a produção de veículos comerciais.
 
O investimento também foi aplicado em novos dispositivos, testes e construção de novas estruturas de produção. Na primeira, em 2013, a capacidade de produção da picape aumentou em 30%. Agora, com a segunda fase do investimento para a chegada da Saveiro Cabine Dupla, a capacidade de produção foi ampliada em mais 20%. Desde o início do investimento, o aumento da capacidade do modelo é superior a 50%.
 
\"\"
 
Além de toda a tecnologia de ponta implementada, a flexibilidade desta linha pode acompanhar a demanda das três versões de carrocerias. A Saveiro é produzida exclusivamente na fábrica de São Bernardo do Campo (SP).
A nova linha de Armação já foi planejada dentro dos mais modernos modelos de garantia de qualidade dimensional e robustez da Volkswagen. Com a mais alta tecnologia disponível na indústria automotiva mundial, a armação é a mais avançada da Volkswagen do Brasil.
 
“A Armação da Nova Saveiro proporcionará mais agilidade e flexibilidade à produção das três versões do modelo ao mesmo tempo: cabine simples, cabine estendida e cabina dupla. Isso reforça a preocupação da marca com  a mais alta tecnologia global e princípios sustentáveis”, afirmou o presidente da Volkswagen do Brasil, Thomas Schmall.
 
A Armação da Nova Saveiro oferece diversas inovações tecnológicas inéditas no Brasil, como por exemplo, as pinças de solda controladas por um sistema chamado IQR que monitora os parâmetros de solda e permite que os pontos de solda sejam liberados somente quando os valores estabelecidos estiverem alcançados, garantindo a qualidade dos pontos e a estrutura da carroçaria favorecendo a qualidade e a eficiência. Além disso, a pinça de média frequência, comparada às pinças convencionais de 60Hz, necessita de menor corrente e consequentemente menor energia para gerar a fusão das chapas.
 
A Armação da Nova Saveiro conta com um equipamento altamente inovador, inédito no Brasil, onde é feita a geometria da plataforma do veículo (assoalhos dianteiro e traseiro e longarinas dianteiras). “O equipamento oferece flexibilidade para o processo de montagem, pois permite que diferentes modelos possam ser armados na mesma linha, com total garantia de qualidade e eficiência”, explicou Placeres.
Artigos Relacionados
Leia mais em Notícias
Comentários estão fechados

 

 
A Volkswagen do Brasil acaba de implementar o investimento de R$ 300 milhões na área de armação de carroceria da Saveiro na fábrica Anchieta. A primeira fase do investimento foi anunciada em 2013, no valor de R$ 250 milhões, para a produção da Nova Saveiro nas versões cabine simples e estendida. Agora, a segunda fase também está concluída, totalizando R$ 50 milhões adicionais na linha da Armação para a chegada da Saveiro Cabine Dupla.
 
Esse investimento proporcionou a aquisição de 17 novos robôs de nova geração, acrescentados ao processo. Com isso a linha da Armação da Saveiro conta hoje com um total de 168 desses robôs, com aumento considerável de desempenho já que são 10% mais rápidos e 15% mais leves do que os da geração anterior. Também sistemas de solda que garantem eficiência de 99,9%, sistemas on-line de medição a laser, o que configura esta linha de produção como a mais moderna, automatizada e precisa do País para a produção de veículos comerciais.
 
O investimento também foi aplicado em novos dispositivos, testes e construção de novas estruturas de produção. Na primeira, em 2013, a capacidade de produção da picape aumentou em 30%. Agora, com a segunda fase do investimento para a chegada da Saveiro Cabine Dupla, a capacidade de produção foi ampliada em mais 20%. Desde o início do investimento, o aumento da capacidade do modelo é superior a 50%.
 
\"\"
 
Além de toda a tecnologia de ponta implementada, a flexibilidade desta linha pode acompanhar a demanda das três versões de carrocerias. A Saveiro é produzida exclusivamente na fábrica de São Bernardo do Campo (SP).
A nova linha de Armação já foi planejada dentro dos mais modernos modelos de garantia de qualidade dimensional e robustez da Volkswagen. Com a mais alta tecnologia disponível na indústria automotiva mundial, a armação é a mais avançada da Volkswagen do Brasil.
 
“A Armação da Nova Saveiro proporcionará mais agilidade e flexibilidade à produção das três versões do modelo ao mesmo tempo: cabine simples, cabine estendida e cabina dupla. Isso reforça a preocupação da marca com  a mais alta tecnologia global e princípios sustentáveis”, afirmou o presidente da Volkswagen do Brasil, Thomas Schmall.
 
A Armação da Nova Saveiro oferece diversas inovações tecnológicas inéditas no Brasil, como por exemplo, as pinças de solda controladas por um sistema chamado IQR que monitora os parâmetros de solda e permite que os pontos de solda sejam liberados somente quando os valores estabelecidos estiverem alcançados, garantindo a qualidade dos pontos e a estrutura da carroçaria favorecendo a qualidade e a eficiência. Além disso, a pinça de média frequência, comparada às pinças convencionais de 60Hz, necessita de menor corrente e consequentemente menor energia para gerar a fusão das chapas.
 
A Armação da Nova Saveiro conta com um equipamento altamente inovador, inédito no Brasil, onde é feita a geometria da plataforma do veículo (assoalhos dianteiro e traseiro e longarinas dianteiras). “O equipamento oferece flexibilidade para o processo de montagem, pois permite que diferentes modelos possam ser armados na mesma linha, com total garantia de qualidade e eficiência”, explicou Placeres.
Artigos Relacionados
Leia mais em Notícias
Comentários estão fechados

Veja também

IMSA: Derani vai em busca de mais um pódio neste domingo em Mid-Ohio

Brasileiro destaca características difíceis do traçado, mas segue confiante e embalado, ap…