Home Notícias Passagem de ônibus em Teresina passa a custar R$ 2,50 a partir de fevereiro

Passagem de ônibus em Teresina passa a custar R$ 2,50 a partir de fevereiro

Comentários desativados em Passagem de ônibus em Teresina passa a custar R$ 2,50 a partir de fevereiro
Após aprovação em reunião realizada na tarde de ontem pelo Conselho Municipal de Transportes Coletivos, a Prefeitura de Teresina publicou hoje decreto que reajusta o preço da tarifa de ônibus. A partir de 1º de fevereiro, a passagem inteira passa a custar R$ 2,50. 
O reajuste, da ordem de 19% é equivalente ao acúmulo da inflação e bem inferior ao aumento do salário mínimo no mesmo período. O preço da passagem de ônibus em Teresina não sofria reajuste há mais de três anos, já que o último reajuste foi concedido em 26 de dezembro de 2011, ou seja, há 36 meses.
O valor autorizado para o reajuste é bem abaixo dos R$ 2,70 pleiteados pelo Sindicato das Empresas de Transportes Urbanos de Teresina (Setut). O reajuste da tarifa, contudo, não atinge os estudantes, já que eles haviam sido beneficiados com o decreto número 14.667, assinado pelo prefeito Firmino Filho em de 22 de janeiro, que congelou o valor da meia passagem em R$ 1,05 pelo período de um ano.
O Conselho Municipal de Transportes Coletivos, que discutiu o pedido do Setut e autorizou o reajuste, é formado por representantes das instituições públicas, usuários e operadores de transporte e tem o objetivo de estabelecer as diretrizes básicas da Política de Transportes de Teresina. Entre suas atribuições está a de avaliar a planilha de cálculos da tarifa de transportes públicos e taximétricos, após acompanhamento dos estudos.
 
O Sindicato argumentou que de maio de 2011 à novembro de 2014, ou seja, há 42 meses, alguns insumos tiveram aumento significativo, tais como salário de servidores  que teve reajuste de 35,62%, ticket alimentação que foi ampliado em 22,93% e plano de saúde que foi reajustado em 62,24%. Já os veículos tiveram seus preços reajustados em 17,09%, pneus tiveram um incremento nos custos no valor de 8,63%, diesel (33,63%) e recapagem que teve os custos ampliados em 28,14%.
O Setut justificou o pedido de realinhamento dos preços das passagens alegando ser esta a única alternativa para que o sistema de transporte público da capital continue a experimentar as melhorias que já foram iniciadas com o processo de integração total das linhas de ônibus, que começou a funcionar no último dia 17. 
Para garantir a melhoria do sistema de transporte público da capital, a Prefeitura de Teresina vem realizando uma série de investimentos como a inclusão de 60 novos ônibus, que passarão a integrar a frota de ônibus da capital, substituindo a frota antiga que tinha vida útil de até 12 anos. Quarenta deles já estão circulando e outros vinte começam a circular em fevereiro próximo. Com isso, os usuários passam a ter mais conforto e segurança nos seus trajetos.
 
Também foram implantadas faixas exclusivas para ônibus nas avenidas Frei Serafim, Pires de Castro e Coelho de Resende e novas faixas estão sendo implantadas nas Avenidas Miguel Rosa, Barão de Gurgueia e Presidente Kennedy, para garantir maior agilidade no percurso dos ônibus. Somente com as faixas já implantadas, a Prefeitura de Teresina constatou uma redução de 15 minutos no percurso e, consequentemente, no tempo de espera nas paradas.
Artigos Relacionados
Leia mais em Notícias
Comentários estão fechados

Veja também

Tour virtual à exposição especial “25 Anos do Boxster” no Museu da Porsche

44º Dia Internacional dos Museus em 16 maio de 2021 Os museus cuidam de tesouros e contrib…