Há 40 anos a Fiat Automóveis apresentava ao mercado o seu primeiro automóvel de produção nacional, o compacto 147. Na próxima terça-feira, o Auto Show Collection, tradicional evento de carros antigos realizado no Anhembi, fará uma homenagem ao pioneiro Fiat nacional.
O evento terá uma exposição de 40 exemplares nas versões L, GL, Furgoneta e a esportiva Rallye, a pickup City (primeira pickup derivada de um automóvel produzida no país), a perua Panorama, o sedan Oggi e o Spazio que serão expostos no Pavilhão do Anhembi. Além da linha 147, o Auto Show Collection reunirá outros clássicos nacionais da marca como o Tempra, Tipo, Marea e alguns clássicos como o 127, o conversível Spider e alguns modelos da linha Alfa Romeo. 
Além da exposição, tradicionalmente o evento reúne modelos antigos de várias marcas, e atrações como o mercado de peças e acessórios, área de compra e venda de veículos antigos, exposição de carros customizados (rebaixados, modificados em geral), e serviços como praça de alimentação, praça de Food Trucks, estacionamento para visitantes, sonorização e segurança. 
Quarentão controverso
O Fiat 147 marcou a estreia da Fiat no Brasil em 1976 mas não conquistou o público brasileiro no início. Derivado do Fiat 127, lançado em 1971, que foi um dos carros mais vendidos na Europa em seu tempo, o modelo nacional tinha dianteira e motores diferentes para o nosso mercado. Com 800kg e propulsor de 1048cc com 50cv, tinha boa relação entre desempenho e economia de combustível. O espaço interno era muito bem aproveitado já que compartimento do motor ocupava apenas 20% do seu tamanho total. Porém os engates do câmbio impreciso e a quebra da correia que exigia manutenção, renderam ao carro uma má fama.
 
Com o tempo a família cresceu, com a pickup (depois rebatizada de City) em 1977 e a perua Panorama em 1980, quando ele foi reestilizado e ganhou motor 1300cc disponível também na versão etanol. Em 1983 foi lançado o sedan Spazio e o bem equipado Oggi, com uma dianteira que antecipva as linhas do Uno. No ano seguinte, com o novo carro na família, o 147 começou a perder espaço até ser descontinuado em 1986. Como curiosidade teve até sua própria categoria de corridas, a Copa Fiat de Velocidade, lançada em 1978 e que chegou a ter 60 carros no grid de largada em Interlagos. 
Artigos Relacionados
Leia mais em Notícias
Comentários estão fechados

Veja também

Porsche atinge recorde de veículos entregues em um mesmo ano no Brasil

A Porsche entregou 2.130 automóveis no mercado brasileiro nos primeiros nove meses de 2020…